Grupo de hackers acusa Igreja Católica de ter ajudado criminosos

O grupo Anonymous, especializado em pirataria informática, anunciou nesta quarta-feira em seu blog oficial italiano que invadiu e tirou do ar o site da Santa Sé (www.vatican.va). Fontes do Vaticano não confirmaram esse ataque e se limitaram a dizer aos meios de comunicação italianos que "o problema está sendo solucionado".

O Anonymous, por sua parte, afirmou em seu blog italiano que decidiu atacar o site da Santa Sé "em resposta às doutrinas, às liturgias e aos preceitos absurdos e anacrônicos que a Igreja Apostólica Romana, com intenções de lucro, propaga e divulga no mundo inteiro". Segundo esse grupo anônimo, a Santa Sé é "responsável" pela "escravidão de povos inteiros", usando como pretexto o evangelho e a difusão do cristianismo no mundo.

Também acusa o Vaticano de ter ajudado criminosos nazistas, encobrir clérigos pedófilos, rejeitar "objetos frutos do progresso" como os preservativos e tentar erradicar o aborto. "São retrógrados, um dos últimos bastiões de uma época felizmente ultrapassada", continuou o Anonymous, que detalhou que sua ação não é contrária à religião cristã, "mas contra a corrupta Igreja Católica Romana".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.