Em palestra no iG Digital Day, Pedro Ripper, presidente do iG, abordou as tendências do mundo digital para os próximos anos

Em palestra do iG Digital Day, evento que acontece nesta quarta-feira (28) em São Paulo em paralelo ao Digital Age 2011, Pedro Ripper, presidente do iG , abordou três grandes tendências do mundo digital: serviços sociais, locais e móveis. "Vemos que, nessas três áreas, há um crescimento vertiginoso. Também observamos que há uma tendência cada vez maior de interação entre essas áreas, por meio de serviços que unem características sociais, locais e móveis", afirmou.

Pedro Ripper, presidente do iG: redes sociais estão se tornando cada vez mais móveis
Fotoarena
Pedro Ripper, presidente do iG: redes sociais estão se tornando cada vez mais móveis
Na área de mobilidade, Ripper enfatizou o crescimento nas vendas de smartphones e tablets, quando comparados a PCs. "As projeções de mercado mostram que o mercado de PCs e notebooks tende a se estabilizar nos próximos anos. Enquanto isso, as vendas de aparelhos móveis crescem vertiginosamente."

O executivo também citou estudos que afirmam que o tráfego das redes móveis aumentará 26 vezes nos próximos cinco anos. "Esse fenômeno, junto com a queda dos preços dos smartphones, deve acelerar radicalmente a adoção da internet móvel. No Brasil, existe a expectativa de que, em 2015, entre 60% e 70% dos aparelhos celulares devem ser smartphones", afirmou Ripper.

Um exemplo da aceleração deste mercado é a comparação das vendas do iPhone e do iPad. O iPhone, nos três primeiros trimestres no mercado, chegou a cerca de 4 milhões de unidades vendidas. Já o iPad, nos primeiros nove meses de mercado, atingiu a marca de 14 milhões de unidades vendidas.

Na área social, Ripper chamou a atenção para o fato de que as redes sociais estão se tornando cada vez mais móveis. "Sites como Twitter e Facebook nasceram na era da web fixa acessada a partir de PCs. Mas, hoje, 50% dos usuários do Twitter já acessam o serviço a partir de dispositivos móveis. O Facebook tem cerca de 200 milhões de usuários móveis, bem mais do que os 50 milhões do fim de 2009", disse.

Na área de serviços locais, Ripper enfatizou a crescente popularização do recurso de GPS, atualmente presente em todos os smartphones modernos. Um exemplo de serviço local, mas com elementos móveis e sociais, é o Waze. A ferramenta, que chegará ao Brasil pelo iG , permite que usuários usem o GPS de forma coletiva para obter informações do trânsito.

Com o aplicativo do Waze, o usuário manda informações como velocidade do veículo para um sistema que agrega informações de outros usuários. Assim, monta-se um serviço de informações de trânsito colaborativo", explicou o executivo.

Ripper aproveitou sua apresentação para mostrar algumas das novidades do portal iG que devem ser lançadas nos próximos meses. Entre elas estão um novo site de receitas, o primeiro a ser lançado para quatro telas (TV, smartphone, tablet e PC) e um novo recurso de navegação social, que permite a interação entre usuários que estão na mesma página.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.