Apesar de internautas americanos se sentirem seguros ao acessar a internet, somente uma parte deles protege rede sem fio

A maior parte (97%) dos internautas americanos se sente seguro ao acessa a internet por meio de redes Wi-Fi e acreditam que seus dispositivos estão "seguros e a salvo" durante estas situações, segundo dados de uma nova pesquisa da Wi-Fi Alliance, entidade que promove o uso de redes sem fio em todo o mundo. Apesar da sensação de segurança, grande parte dos usuários está vulnerável, já que os usuários deixam de lado boas práticas de segurança.

Acesso a redes Wi-Fi públicas, como de aeroportos, deve ter atenção redobrada
Getty Images
Acesso a redes Wi-Fi públicas, como de aeroportos, deve ter atenção redobrada
De acordo com dados do estudo, cerca de 86% dos entrevistados seguiam passos básicos de segurança e privacidade de suas rede Wi-Fi. Contudo, apenas 59% deles afirmaram proteger o acesso à rede Wi-Fi de sua residência com o uso de uma senha.

"As pessoas estão ficando mais atentas à segurança, mas os encorajamos a dar mais alguns passos para se proteger", disse Kelly Davis-Felner, diretora de marketing da Wi-Fi Alliance. O estudo também revelou que usuários que já tiveram seus dispositivo infectados por vírus têm maior consciência de que precisam proteger suas rede Wi-Fi.

A pesquisa, encomendada à consultoria Wakefield Research, ocorreu entre 12 e 29 de agosto de 2011. Cerca de mil americanos com idade igual ou superior a 18 anos foram entrevistadas por meio de telefone.

Três recomendações da Wi-Fi Alliance para melhorar segurança

1 - Ative a segurança WPA2 em sua rede e também nos dispositivos que a acessam. Procure produtos que possuem configuração de Wi-Fi protegida (Wi-Fi Protected Setup, em inglês) para ter acesso a um passo-a-passo sobre como configurar a rede;

2 - Crie uma senha para sua rede Wi-Fi formada por, pelo menos, oito caracteres e que inclua letras (maiúsculas e minúsculas), números e símbolos. É uma boa prática trocar a senha de acesso à rede Wi-Fi pelo menos uma vez ao ano;

3 - Quando estiver fora de casa, conecte seu dispositivo apenas a redes Wi-Fi conhecidas e desligue o recursos que compartilha informações automaticamente por meio da rede, de modo que você possa controlar quem tem acesso ao seu dispositivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.