Pesquisadores da Austrália afirmam que podem converter a pressão do toque em eletricidade


Por Gabriela Dauer

Pesquisadores estão trabalhando para que o simples toque de um dedo possa ser usado no futuro para carregar celulares e outros dispositivos eletrônicos. Foi divulgado em um artigo publicado no jornal especializado Advanced Functional Materials, sobre cientistas da Universidade RMIT, em Melbourne, que mostraram pela primeira vez que finos filmes piezoelétricos podem converter a pressão, do dedo sobre o aparelho, em eletricidade.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


Os materiais piezoelétricos são constituídos de cristais que geram corrente elétrica a partir de uma deformação. Como são eletricamente polarizados, ou seja, um lado é carregado positivamente e outro negativamente, um impulso elétrico é criado toda vez que há pressão.

Os pesquisadores esperam que com essa possibilidade possam aplicar a tecnologia em tênis de corrida para carregar celulares, em laptops carregados pela digitação ou até mesmo para converter pressão sanguínea em fonte de energia para marca-passos. Mas dizem também que embora o conceito de captação de energia por meio do uso de nanomateriais piezoelétricos seja interessante, suas aplicações reais podem ser complexas.

Agora, o trabalho dos cientistas é medir com precisão o nível de tensão elétrica e corrente gerada por nanomateriais piezoelétricos. Assim, o próximo desafio será aumentar a energia elétrica para ser usada em estruturas compactas. Depois disso só nos basta cruzar os dedos e esperar o futuro chegar e nos livrar da dependência da rede elétrica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.