Paul Ceglia foi multado em US$ 5 mil por não ter autorizado acesso a suas contas de e-mail, como havia ordenado uma juíza

Um tribunal de Buffalo, no Estados Unidos, impôs uma multa de US$ 5 mil a um design que reivindica a propriedade de metade da rede social Facebook por não ter permitido o acesso a suas contas de e-mail, como havia ordenado a juíza.

A magistrada Leslie Foschio determinou que o litigante, Paul Ceglia, pague o valor e cubra também todas as despesas do Facebook com advogados para conseguir a informação dessas contas, segundo foi publicado nesta quarta-feira nos registros eletrônicos do sistema judiciário dos EUA.

Leia mais :

Estudante vence Facebook em processo sobre privacidade na Europa

12 coisas que você não sabia que o Facebook podia fazer

"Pela razão que for, o litigante, advertido por seus advogados a não fazê-lo, decidiu ignorar as ordens do tribunal", escreveu a juíza, que tinha pedido em agosto a Ceglia que oferecesse os dados de suas contas de e-mail.

Segundo o processo apresentado em junho de 2010, o fundador da rede social, Mark Zuckerberg, pediu a Ceglia que desenvolvesse um site dirigido aos estudantes da Universidade de Harvard, "cujo funcionamento seria similar a uma memória anual virtual dos estudantes", com o nome de "The Facebook".

Ceglia supostamente forneceu um total de US$ 1 mil para o desenvolvimento da página em troca de metade da propriedade do "The Facebook", que mais tarde se transformaria no Facebook, uma rede social que conecta mais de 500 milhões de pessoas no mundo todo.

Veja também : Sob pressão, Facebook mudará regras de privacidade para europeus

O litigante apresentou em abril do ano passado nesse tribunal uma série de e-mails entre ele e Zuckerberg que supostamente validavam a legitimidade de suas reivindicações, mas, em agosto do ano passado, os advogados do Facebook garantiram ter "provas indubitáveis" que desmontavam o caso. A tumultuada criação do Facebook originou múltiplos processos contra Zuckerberg, anteriores ao de Ceglia, que foram mostrados no filme "A Rede Social".

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.