Fácil acesso e baixo custo aumenta apelo da atividade entre as pessoas, segundo pesquisa com mais de 200 pessoas

Um estudo realizado pela Universidade de Chicago (EUA) para medir quanto às pessoas poderiam resistir aos próprios desejos, revelou que o Twitter pode ser mais sedutor que cigarros e bebida alcoólica. De acordo com o jornal britânico The Guardian , 205 pessoas entre 18 e 85 anos foram estudadas por sete dias. A cada duas horas, as pessoas respondiam se cederam a alguns de seus “desejos”, como tuítar, fumar, beber, entre outros.

Leia mais:
Nove recursos do Twitter que você ainda não conhece

O Guia do Twitter

Segundo estudo, é mais fácil conter desejos como fumar do que tuítar
Getty Images
Segundo estudo, é mais fácil conter desejos como fumar do que tuítar
Os pesquisadores descobriram que, ao passar do dia, a força de vontade para se abster de algum desejo diminui. Wilhelm Hofmann, líder do grupo de pesquisa da universidade, disse ao jornal que pode ser mais difícil resistir ao desejo de consumir informação, por conta do fácil acesso e baixo custo para participar das atividades. O pesquisador alerta que ceder aos desejos da mídia é certamente menos conseqüente, mas que o uso frequente de serviços, como o Twitter, pode “roubar tempo das pessoas”.

Como consumir cigarros e álcool implica em gastos, as pessoas têm mais força de vontade para resistir a estes desejos. Os participantes também tiveram sucesso ao resistir à prática de esportes, relações sexuais e gastos financeiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.