Segundo In-Stat, iOS e Android dominarão mercado de tablets, enquanto Windows chegará em "distante" terceiro lugar

iPad, em sua segunda versão lançada em 2011, domina o mercado de tablets
Getty Images
iPad, em sua segunda versão lançada em 2011, domina o mercado de tablets
O mercado mundial de tablets deve chegar a 250 milhões de unidades em 2017, prevê estudo da consultoria In-Stat, divulgado hoje. Segundo a previsão, juntos, o iPad e os tablets com Android devem dominar cerca de 90% do mercado daqui a seis anos e a Microsoft, que ainda não entrou no mercado com um sistema específico para tablets, ficará com um "distante" terceiro lugar.

Segundo o estudo, os tablets com tela entre 9 e 11 polegadas serão a maioria (56%) entre as unidades vendidas em 2017. Além disso, "a combinação de aplicativos móveis, tecnologia de semicondutores e experiência completa de navegação na internet são fatores chave para ter sucesso no mercado de tablets", dizem os analistas da consultoria, em comunicado.

Os analistas dizem, ainda, que apenas as empresas que entrarem no mercado agora, apostando em plataformas que disponibilizam grande número de aplicativos, terão sucesso no futuro.

iPad deve continuar na liderança

Outra aposta mostra que, apesar do avanço dos tablets com Android, a Apple continuará a dominar o mercado nos próximos anos . Segundo dados divulgados por Charlie Wolf, analista da consultoria Needham, a Apple perderá participação do mercado, que hoje é de cerca de 85%, mas deve manter pelo menos 60% do mercado.

Um dos motivos, segundo ele, é o preço do iPad, mais barato que os concorrentes com Android que chegaram há pouco ao mercado. Outro fator é a disponibilidade de aplicativos, já que a App Store tem mais de 100 aplicativos desenvolvidos específicamente para o tablet.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.