Em entrevista ao jornal The Guardian, analista reduziu vendas do iPad no último trimestre de 2011 em função do tablet da Amazon

O iPad , tablet da Apple, pode ter vendido menos no último trimestre de 2011, em função do sucesso do tablet Kindle Fire nos Estados Unidos. Tavis McCourt, analista da consultoria Morgan Keegan, reduziu sua estimativa sobre o número de tablets vendidos no quarto trimestre de 2011. Segundo ele, que havia previsto que 16 milhões de iPads seriam vendidos, o total de unidades vendidas no período ficou em 13 milhões.

LEIA TAMBÉM:
Amazon lança tablet de 7 polegadas para competir com iPad
Kindle Fire enfrenta críticas e Amazon promete atualização
iPad 2 tem duas câmeras e processador mais rápido

iPad, em sua segunda versão lançada em 2011, domina o mercado de tablets
Getty Images
iPad, em sua segunda versão lançada em 2011, domina o mercado de tablets
De acordo com nota divulgada pelo executivo, a estimativa de vendas do iPad foi reduzida depois que os analistas verificaram a quantidade de tablets Kindle Fire, da Amazon, vendidos no período.

Os dados da consultoria mostram que a Amazon vendeu entre 5 e 6 milhões de tablets Kindle Fire no último trimestre de 2011. "Isso provavelmente significa que ele canibalizou as vendas de 1 ou 2 milhões de iPads", disse o executivo ao jornal The Guardian .

Entre outras estimativas divulgadas pelo executivo, a Apple teria vendido entre 27 e 29 milhões de iPhones no último trimestre de 2011. Segundo ele, a Apple teria alcançado a maior receita de sua história no período, com US$ 37,9 bilhões. A Samsung teria vendido cerca de 35 milhões de smartphones no período analisado, um recorde para o setor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.