Parceria com a Nokia e novos recursos do sistema, no entanto, devem acelerar as vendas, segundo Steve Ballmer, CEO da Microsoft

Windows Phone, da Microsoft, já está em aparelhos da HTC, LG e Samsung
Getty Images
Windows Phone, da Microsoft, já está em aparelhos da HTC, LG e Samsung
A Microsoft ainda espera obter o retorno esperado com o Windows Phone , sistema operacional para smartphones, segundo Steve Ballmer, CEO da Microsoft, durante a conferência de resultados da empresa, realizada ontem.

Ele afirmou ter se surpreendeu com o interesse dos desenvolvedores e clientes no Windows Phone, sistema operacional para celulares, mas acredita que o resultado das vendas ficou abaixo do esperado.

"Nós não vendemos tantos aparelhos com Windows Phone como gostaríamos no primeiro ano", disse Ballmer. Apesar disso, segundo o blog All Things Digital , vinculado ao jornal The Wall Street Journal, ele acredita que a nova versão do sistema, chamada Mango , deve trazer novos recursos que ajudarão a empresa a conquistar os resultados esperados.

"Não estou dizendo que amamos a posição em que estamos, mas eu estou muito otimista sobre a posição que podemos ocupar no futuro. Vamos levar este sistema para o próximo nível", disse Ballmer aos jornalistas.

Uma das ações que poderão ajudar a Microsoft nessa tarefa é criar um ecossistema forte, que seja uma alternativa ao iPhone e aos aparelhos com Android, o sistema operacional do Google.

Outro fator que deve ajudar as vendas de aparelhos com Windows Phone a decolar é a parceria entre a Nokia e a Microsoft , que ainda se mantém como a maior fabricante de celulares do mundo. "Com a Nokia temos um parceiro de hardware que está totalmente comprometido com o Windows Phone", disse Ballmer. Os primeiros aparelhos da Nokia, já com a nova versão do Windows Phone, devem ser lançados em alguns países ainda este ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.