Tamanho do texto

Vendas de novo aparelho da BlackBerry com teclado físico estão bem abaixo do esperado, segundo Wall Street Journal

Depois de passar quase dois anos trabalhando em seu novo sistema, a BlackBerry finalmente lançou seus dois primeiros aparelhos com o BlackBerry 10 no início deste ano. O Z10, criado para competir com smartphones Android e com o iPhone, chegou em fevereiro. Já o Q10, que tem o teclado físico característico dos aparelhos BlackBerry, foi lançado em abril.

Leia também:
Teste: BlackBerry Z10 traz sistema renovado, mas faltam aplicativos

Q10: teclado físico não atraiu compradores de smartphone
iG São Paulo
Q10: teclado físico não atraiu compradores de smartphone

A BlackBerry esperava que os fiéis adeptos do tecladinho físico garantissem as boas vendas do Q10, mas aparentemente isso não ocorreu. Segundo reportagem do Wall Street Journal , o aparelho está encalhado em lojas dos Estados Unidos e do Canadá, país natal da BlackBerry.

Uma das fontes citadas na matéria, Chris Jourdan, dono de uma rede de 16 lojas de celulares nos Estados Unidos, afirma que encomendou poucas unidades do Q10. E aquelas poucas que ele conseguiu vender foram devolvidas dias depois por consumidores insatisfeitos.

O WSJ entrevistou também o empresário Jeff Trachsel, dono de um site de eletrônicos usados. Quando um aparelho de sucesso chega ao mercado, é comum que usuários vendam seus smartphones antigos para comprar um novo. Mas o Q10 não motivou um aumento na oferta de outros aparelhos BlackBerry usados. "Pensamos que haveria um público fiel da BlackBerry louco para trocar de aparelho. Mas aparentemente eles foram para outros sistemas", disse Trachsel ao WSJ. A BlackBerry não comentou a matéria.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.