Tamanho do texto

Em uma academia na Inglaterra, os hackers éticos, como são chamados, passam horas testando a vulnerabilidade de sites na internet

Sem fazer barulho ou causar danos físicos, o mundo virtual também tem seus conflitos e deve ser protegido de invasores. Em uma academia na Inglaterra, os hackers éticos, como são chamados, passam horas testando a vulnerabilidade de sites na internet.

Estes gênios da computação participam do Desafio da Segurança Cibernética. Durante a competição, a missão é encontrar e reportar as falhas em páginas da web.

Munidos das mesmas ferramentas usadas por hackers maliciosos, os competidores lutam para fazer da internet um lugar mais seguro.