Tamanho do texto

Gigante da área de software já havia vencido fabricante de celulares de propriedade do Google em processo similar no ano passado

Reuters

SEATTLE - A Microsoft afirmou nesta quarta-feira (4) que um júri decidiu em seu favor no segundo de dois processos no tribunal federal de Seattle em relação às licenças das chamadas patentes essenciais ou padrões da Motorola usadas em produtos da Microsoft.

LEIA TAMBÉM:
Microsoft rejeita oferta da Motorola para acordo sobre patentes

A Microsoft afirmou que a fabricante de telefones Motorola, de propriedade do Google, quebrou os acordos para licenciar as patentes a uma taxa justa e razoável, uma posição que, segundo a empresa, o júri concordou.

No ano passado, a Microsoft também venceu um processo relacionado em Seattle, em que o juiz considerou que a taxa apropriada para a Motorola licenciar as patentes em disputa era apenas uma fração do que a Motorola havia pedido.

"Esta é uma vitória histórica para todos aqueles que querem produtos que sejam acessíveis e funcionem bem juntos", afirmou a Microsoft em um comunicado. Um representante do Google não respondeu imediatamente a um pedido para comentar o assunto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.