Tamanho do texto

Produto lançado pela Samsung tem como diferencial a câmera integrada e o microfone que permite atender ligações no estilo James Bond

Embora smartphones e tablets estejam entre os lançamentos da IFA 2013 , maior feira de tecnologia da Europa, os relógios inteligentes são a grande novidade do evento, que começou oficialmente nesta sexta-feira (6) em Berlim (Alemanha). Em um anúncio pré-feira, a Samsung apresentou o Galaxy Gear, que traz recursos inexistentes em relógios inteligentes atualmente no mercado, como a capacidade de tirar fotos.

LEIA TAMBÉM:
Relógio inteligente Pebble funciona integrado com iPhone e Android
Apple pode ter 100 funcionários focados em projeto de relógio inteligente

O iG comparou o relógio inteligente da Samsung com outros concorrentes como o SmartWatch 2 , criado pela Sony, o Pebble , o Toq , da Qualcomm, e o I'm Watch . Entre os modelos comparados, apenas o I'm Watch é vendido no Brasil até agora, mas a previsão é de que o modelo da Samsung chegue ao País em outubro. Confira todos os detalhes dos produtos abaixo:

Tela

O Galaxy Gear é o produto que tem a maior tela entre os produtos comparados, um fator importante a considerar se o objetivo do usuário é poder acessar mensagens de texto e conteúdo de e-mails por meio da tela do relógio. A tela de LCD do produto tem 1,63 polegada, quase do mesmo tamanho do concorrente SmartWatch 2, da Sony, e do I'm Watch.

O Pebble possui a menor tela, com tamanho de 1,26 polegada, e a principal diferença é de que ela é feita com tecnologia de papel eletrônico (e-ink) branco em preto. Como a tela apresenta bom constraste e letras grandes, o tamanho não deve ser problema para o usuário.

O modelo da Qualcomm usa tecnologia de tela Miracast, desenvolvida pela própria empresa. Trata-se de uma tela colorida, com baixo consumo de energia. A Qualcomm não divulgou o tamanho exato da tela, mas ela fica em torno de 1,5 polegadas. A tela, assim como dos outros produtos, é sensível ao toque.

Além do tamanho, a tela do Galaxy Gear também supera os rivais na resolução, que é de 320 x 320 pixels. O Sony SmartWatch 2 possui resolução de 220 x 176 pixels, embora tenha tela em tamanho similar ao do Galaxy Gear.

Hardware

Em sua maior parte, os relógios inteligentes seguem a mesma linha dos smartphones e tablets e utilizam chip baseado na arquitetura ARM, que apresenta maior poder de processamento com gasto de energia eficiente. Esses aparelhos não precisam de um processador potente, já que grande parte de suas funções permite exibir informações recebidas por meio de uma conexão via Bluetooth com o smartphone.

Até agora, somente a Samsung divulgou o poder de processamento do seu relógio inteligente, que é de 800 MHz e o Toq chegará ao mercado com um chip de 200 MHz.

Com um processador de baixa potência, os usuários ganham em economia de energia. Usuários do Pebble, por exemplo, podem ficar até uma semana sem carregar o aparelho, algo que também se espera do Toq, por usarem tecnologias de tela similares às adotadas em e-readers, como o Kindle.

Este deve ser o ponto fraco de opções mais avançadas, como o modelo da Samsung. A bateria do produto deve durar aproximadamente 25 horas de uso moderado. A bateria do relógio da Sony, segundo a empresa, dura entre três e quatro dias em uso moderado.

Em sua maioria, os relógios inteligentes são equipados com acelerômetro. O Pebble pode utilizar o GPS do smartphone por meio da conexão Bluetooth ao rodar aplicativos de mapas. O modelo da Samsung também oferece microfone, que permite que o usuário atenda chamadas de voz por meio do relógio no melhor estilho James Bond. Uma câmera que permite fotografar e filmar completa o pacote de recursos que não está disponível em nenhum outro rival.

Integração com smartphone

Sem uma conexão ativa com o smartphone, os relógios inteligentes não permitem fazer muita coisa, apenas exibir o horário na tela. Em geral, o usuário pode escolher a exibição de seu relógio nas configurações do aparelho. Para conectar o relógio, além da conexão Bluetooth, Wi-Fi ou NFC (dependendo do modelo), o usuário precisa baixar um aplicativo oficial para gerenciar as configurações, aparência e aplicativos.

O Galaxy Gear, por exemplo, pode mostrar outras informações na tela inicial junto com o horário, entre elas a previsão do tempo e o próximo compromisso da agenda, entre outras. O aparelho exibe as notificações de e-mails, chamadas de voz e mensagens por meio da pequena tela, que também permite ler as mensagens e controlar o tocador de música do smartphone.

No caso do Sony SmartWatch 2, o sistema também permite que o usuário receba as mesmas notificações e atenda ligações, caso o usuário use um fone Bluetooth. O dispositivo tem função que vibra para avisar o usuário que o celular está tocando.

Design

Ao incluir uma tela que permita exibir textos em um tamanho que o usuário consiga enxergar, a maior parte dos relógios inteligentes ficou "gradalhão". Por vezes, o tamanho do relógio parece exagerado, principalmente em pessoas com braço muito fino ou delicado.

A maior parte deles tenta conquistar o público mais moderno, então os relógios podem ser personalizados com pulseiras feitas de policarbonato em diversas cores vibrantes, como laranja, vermelho, rosa e verde. O modelo da Samsung, por exemplo, possui bordas em aço inoxidável e é o mais pesado entre os modelos, com 122 gramas. 

O Sony SmartWatch 2 o Toq possuem moldura em alumínio e pulseiras em cores neutras, como branco e preto. O SmartWatch 2 tem design mais sofisticado que as outras opções, o que permite o uso do dispositivo no ambiente de trabalho. Ele pesa cerca de 70 gramas e é à prova d'água.

Entre os analisados, a versão maior é o I'm Watch. Ele tem várias versões, com peso que varia entre 70 e até 170 gramas. O Pebble, por ter a menor tela, é o mais leve, com apenas 36 gramas. O produto tem acabamento em policarbonato e pulseiras em diversas cores.

Aplicativos

O modelo da Samsung deve chegar ao mercado com cerca de 70 aplicativos à disposição por meio da loja online da Samsung. Ao contrário do modelo da Sony, o Galaxy Gear não permitirá que o usuário baixe aplicativos por meio da Google Play, loja oficial de aplicativos para Android. Em seu site brasileiro, a Sony afirma que o SmartWatch 2 suporta "muitos" aplicativos, entre eles redes sociais como Twitter e Facebook.

O I'm Watch possui uma loja de aplicativos e o produto já vem com uma série deles pré-carregados que permitem ouvir música em um serviço próprio de streaming, além de games, aplicativos para exibir fotos e praticar exercícios, entre outros. O Pebble não suporta aplicativos com gráficos complexos, mas permitirá que desenvolvedores criem aplicativos para o relógio e os submetam à Watchstore, uma loja de aplicativos própria.

No caso do Toq, da Qualcomm, a empresa ainda não detalhou como será o suporte do produto a aplicativos. Contudo, já no lançamento, a empresa revelou que fabricará somente um lote limitado para demonstrar a tecnologia Mirasol para outros fabricantes. Por conta disso, embora o relógio possa vir a ter uma loja de aplicativos, é improvável que muitos desenvolvedores se interessem a desenvolver apps para o produto.

Preço

Os preços não são tão altos para uma tecnologia que acabou de chegar ao mercado, porém o usuário deve pensar bem antes de comprar o seu relógio inteligente. Segundo relatos dos primeiros testes nos Estados Unidos, eles ajudam o usuário a evitar olhar para a tela do smartphone a todo momento à procura de notificações.

Apenas o I'm Watch é vendido no Brasil, com preço de R$ 649. A Samsung pretende lançar o Galaxy Gear no País em outubro, mas ainda não divulgou o preço do produto. O Sony SmartWatch 2 também deve chegar às lojas na mesma época, mas não tem preço definido. O relógio Pebble, por ser desenvolvido por uma startup americana, ainda não tem previsão de chegada a outros países, mas tem preço baixo, na faixa de R$ 345 (US$ 150).

Compatibilidade

Por enquanto, a Samsung diz que o Galaxy Gear será compatível apenas com os aparelhos Galaxy Note III, Note II, S III, S4 e Note 10.1 (edição 2014). O Smartwatch é compatível com a maioria dos aparelhos Android. O Toq funciona com aparelhos Android com sistema 4.0 ou superior. O Pebble é compatível com Android e iPhone. O I´m Watch funciona com iPhone, Android e BlackBerry.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.