Tamanho do texto

Acordo de 2011 previa que empresa finlandesa poderia produzir aparelhos com o sistema do Google em 2015. Venda da divisão de celulares para Microsoft pôs fim aos testes

Quando a Nokia e a Microsoft fecharam um acordo de cooperação em 2011, muitos analistas criticaram a empresa finlandesa por adotar o sistema da Microsoft em vez do já popular Android. Mas nesta segunda-feira (16) surgiram informações que apontam que a fabricante de celulares testava celulares com Android até ser comprada pela Microsoft, há duas semanas.

Lumia com Windows Phone: resultado da parceria entre Microsoft e Nokia
Marco Zanni
Lumia com Windows Phone: resultado da parceria entre Microsoft e Nokia

Segundo reportagem publicada no New York Times , uma divisão interna da Nokia já havia adaptado o Android para os celulares Lumia. As fontes da matéria, funcionários da Nokia que não foram identificados, afirmaram ainda que a Microsoft sabia dos testes. Nem Nokia nem Microsoft comentaram a matéria.

Alternativa

O NYT observa que o fato de que a Nokia testava o sistema Android não significa que a empresa optaria pelo sistema do Google. Criar protótipos com sistemas diferentes é prática comum entre os fabricantes. Ainda assim, a possibilidade de rodar Android em aparelhos Lumia poderia servir como alternativa para a Nokia, caso a aposta no Windows Phone não vingasse.

O acordo de parceria com a Microsoft firmado em 2011 terminaria no fim de 2014, e a Nokia tinha a opção de abandonar a parceria. Com a compra definitiva da divisão de celulares da Nokia pela Microsoft, os testes com Android foram encerrados, diz o NY Times.

Mercado

Desde o acordo de 2011, a Nokia abandonou os sistemas Symbian e MeeGo e concentrou esforços nos sistemas Windows Phone e Asha (para mercados emergentes). Mas, até o momento, o Windows Phone não decolou e tem apenas 4% do mercado de smartphone, contra cerca de 80% do Android e 15% do iPhone. 

Conheça celulares da linha Lumia


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.