Tamanho do texto

Segundo ministra de Economia Digital da França, é preciso que uma autoridade regulatória evite conflitos e abusos de plataformas de internet

Reuters

PARIS - A França está pressionando a União Europeia para regular mais agressivamente empresas globais de internet como Google, Amazon e Facebook, para fazer frente à dominância crescente delas sobre serviços e comércio eletrônico.

LEIA TAMBÉM:
União Europeia questiona operadoras e fabricantes de celulares com Android

Europa pode endurecer regras a grandes empresas de internet, como Google e Facebook
Getty Images
Europa pode endurecer regras a grandes empresas de internet, como Google e Facebook

Em uma entrevista publicada pelo jornal Libération, a ministra para Economia Digital da França, Fleur Pellerin, disse que a Europa precisava de novos poderes regulatórios para intervir muito mais cedo, para igualar o terreno na economia de internet e permitir o surgimento na Europa de alternativas às gigantes norte-americanas.

"As ferramentas atuais da lei de concorrência são totalmente inadequadas ao mundo rapidamente mutável da internet", disse Pellerin em entrevista. "Para sair deste impasse, a Europa necessita de uma autoridade regulatória para agir assim que conflitos e abusos surgirem da parte de plataformas de internet."

A idéia é parte de uma proposta mais ampla da França para a reunião europeia em 24 de outubro sobre economia digital, internet e inovação. Outros elementos incluem a reforma de regras fiscais para assegurar que empresas da web paguem imposto sobre os lucros gerados na União Europeia, segundo uma fonte da União Europeia, como também regras mais rigorosas sobre a proteção de dados pessoais online.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.