Tamanho do texto

Apesar de continuar na mesma posição, Brasil registrou aumento no número de domicílios com computador e acesso a internet, além de alcance da banda larga móvel

Reuters

O Brasil permaneceu em 62º lugar no ranking de 157 países mais conectados à internet e à telefonia celular e fixa no mundo, segundo estudo da União Internacional de Telecomunicações (UIT) divulgado nesta segunda-feira (7), em evento conjunto com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

LEIA TAMBÉM:
Mais de 80 milhões de brasileiros acessam a internet, segundo o Pnad

Ranking de uso de tecnologia é liderado pela Coreia do Sul, seguida pela Suécia e Islândia
Getty Images
Ranking de uso de tecnologia é liderado pela Coreia do Sul, seguida pela Suécia e Islândia

A UIT calculou o Índice de Desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação com base em dados de 2012, que considera 11 indicadores relacionados a infraestrutura, acesso e uso, entre outros.

O ranking dos países mais conectados do mundo é liderado pela Coreia do Sul, com um índice de 8,57, seguida por Suécia, Islândia, Dinamarca, Finlândia, Noruega e Países Baixos. Os cinco países que mais subiram foram Emirados Árabes Unidos, Líbano, Barbados, Seychelles e Bielorrússia.

Apesar de o índice brasileiro ter subido de 4,59 para 5,00, o país ficou em 62º lugar, mesma posição registrada em 2011.

De acordo com o relatório, publicado desde 2009, no Brasil o alcance da banda larga móvel aumentou de 22% em 2011 para 37% ao fim de 2012, sendo que 88% da população estava coberta com a tecnologia 3G.

A proporção de domicílios com computador no Brasil, de acordo com a UIT, subiu de 45% para 50% no fim de 2012. A proporção de domicílios com acesso à internet também cresceu, passando de 38% em 2011 para 45% em 2012.

Segundo o estudo, um dos motivos que explica tal crescimento é o Plano Nacional de Banda Larga, que prevê medidas para levar o acesso à internet em banda larga para mais de 40 milhões de domicílios no País até 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.