Tamanho do texto

Projeto deve custar até R$ 10 bilhões e deve ser concluído em 2016

A Apple conseguiu dar mais um passo para iniciar a construção de sua nova sede, em forma de disco voador, na cidade de Cupertino (EUA). O conselho da cidade aprovou, por unanimidade, a construção do novo prédio, que ocupará uma área de cerca de 260 mil metros quadrados para abrigar até 12 mil funcionários da empresa. O projeto deve custar cerca de R$ 10 bilhões e foi apresentado pela primeira vez por Steve Jobs , poucos meses antes de sua morte.

"Steve transformou a Apple em uma das empresas mais inovadoras do mundo e nós entendemos as responsabilidades que surgem para levar este legado adiante com este projeto. Nós o desenhamos com o mesmo cuidado e atenção aos detalhes da mesma forma que fazemos com todos os produtos da Apple", disse Dan Whisenhunt, chefe da divisão de instalações da Apple, ao conselho de Cupertino.

Segundo o site do jornal San Jose Mercury News , a audiência pública que terminou com a aprovação do projeto discutiu os possíveis impactos da instalação do novo campus da Apple no local. A empresa se comprometeu com a prefeitura a financiar obras de melhorias em vias próximas à Apple, para evitar congestionamento, e se comprometeu a aumentar de 30% para 34% o número de funcionários que utilizam transporte público ou ônibus fretados pela empresa para ir ao trabalho.

De acordo com a lei, o conselho da cidade se reunirá mais uma vez para discutir o projeto na metade de novembro, mas, para todos os efeitos, o projeto já foi aprovado. Com a decisão, a Apple poderá prosseguir com as ações para iniciar a construção da nova sede. A obra deverá ser concluída em 2016.

A apresentação do projeto da nova sede ao conselho municipal de Cupertino, em 7 de junho de 2011, foi a última aparição pública de Steve Jobs. O executivo faleceu no dia 5 de outubro daquele ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.