Tamanho do texto

A 99Taxis afirmou que o taxista foi suspenso por tempo indeterminado, sendo impedido de pegar corridas pelo app

Após impedir que cliente entrasse com comida no carro, taxista do 99Taxis teve a corrida cancelada e enviou mensagem com xingamentos ao passageiro
Reprodução
Após impedir que cliente entrasse com comida no carro, taxista do 99Taxis teve a corrida cancelada e enviou mensagem com xingamentos ao passageiro

Seria apenas uma corrida entre a Tijuca e Laranjeiras. Nem mesmo o cliente do 99Taxis imaginava que chamar um motorista pelo aplicativo no sábado (30) terminaria em um episódio lamentável. "Vai t... no c...., paulista viadinho. Vai f... a p... da tua mãe", foram algumas das palavras enviadas por mensagem pelo taxista ao jornalista de São Paulo, Maurício Savarese. Os xingamentos gratuitos foram disparados logo depois que o passageiro cancelou o serviço no app, já que o condutor se negou a levar Maurício e amigos com comida no carro. A empresa suspendeu o taxista.

VEJA TAMBÉM:  Leia mais notícias do jornal O Dia

LEIA:  Após petição e casos de assédio, apps de táxi vão ocultar número de telefone

"Estava com mais três amigos. Um deles, que também é paulista, tinha acabado de comprar um salgado. O motorista falou rispidamente que ele teria que terminar de comer antes de entrar no carro. Decidi então cancelar a corrida no aplicativo. Minutos depois eu recebi essa mensagem dele", relatou o jornalista. 

Depois de compartilhar a mensagem em sua página no Facebook e no Twitter — gerando diversos compartilhamentos —, Maurício foi procurado pela empresa 99Taxis, que afirmou ter suspendido o motorista. "A empresa também me recomendou bloquear o número dele e bloquear o meu nas preferências do aplicativo, assim nenhum taxista fica com meu número", contou.

Apesar de lamentar o fato, Maurício diz que não deixará de usar o aplicativo. O jornalista não pretende processar o motorista e garante ainda que o episódio não vai mudar sua imagem do Rio. "Fiz reclamação formal mas obviamente não vou processar, seria ridículo. A própria mensagem do taxista é tão alucinada e desconexa que só consegui rir quando li. Me deu também alguma pena por ele achar que poderia mandar aquela mensagem de um telefone não registrado na 99taxis apenas alguns minutos depois do incidente sem que eu fosse notar", opinou. 

"Acho que o comentário mostra um pouco de como o Brasil está hoje em dia: um acontecimento banal pode gerar uma reação raivosa e desproporcional. Isso não é só no Rio, é em todo lugar. Eu venho aqui há 10 anos, já fui maltratado por outros taxistas, não nesse grau, e será necessário mais do que taxistas mal humorados e pouco profissionais para estragarem o meu afeto pela cidade e pelas pessoas daqui", acrescentou.

Procurada pela reportagem, a 99Taxis afirmou que o taxista foi suspenso por tempo indeterminado, sendo impedido de pegar corridas pelo aplicativo. 

Os casos de taxistas envolvidos em ofensas e assédio a clientes têm se tornado cada vez mais comuns. Em janeiro, diversos relatos de passageiras que usaram aplicativos vieram à tona: muitas chegaram a ser ameaçadas por mensagens de celular. De acordo com os relatos, alguns taxistas conseguiram os contatos de passageiras em bancos de dados que seriam sigilosos e mandam mensagens com cantadas e até ameaças.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.