Tamanho do texto

Estudo da AVG considera ainda o espaço de armazenamento que os aplicativos consomem no Android. Dentre os apps que são acionados pelo usuário, o maior risco é o desconhecimento do uso que os eles fazem de tais recursos

Facebook lidera ranking de apps que mais consomem recurso dos smartphones Android
BBC Brasil
Facebook lidera ranking de apps que mais consomem recurso dos smartphones Android

Nesta semana, a AVG divulgou a última versão do seu Relatório de Desempenho para Aplicativos Android, referente ao período de janeiro a março de 2015. Durante os três primeiros meses do ano, a empresa analisou uma série de aplicativos e ranqueou aqueles que mais consomem bateria, espaço de armazenamento e dados.

LEIA MAIS:  Opera Max ajuda a economizar dados do plano 3G/4G

A análise é feita a partir de dados anônimos de mais de um milhão de usuários Android da base da AVG. O estudo é feito sob a ótica de três variáveis: gasto de bateria, consumo de espaço de armazenamento, uso do pacote de dados.

De acordo com a pesquisa, chats e mídias sociais são os aplicativos que mais comprometem o smartphone. Os apps de namoro e de mensagens apareceram não só no topo do ranking dos mais baixados pelos usuários, mas também como os que mais consomem bateria e plano de dados. Além disso, os apps de clima também aparecem na lista pela primeira vez.

Os jogos de casino lideraram o ranking de maior tempo gasto em um app: esse trimestre mostrou um crescimento no tempo gasto em jogos de cartas e cassino, como os blockbusters da Arcade Games e da Zynga. Por outro lado, os usuários passaram muito menos tempo com jogos casuais, de estratégia, puzzle ou voltados para a família.

Aplicativos de conversa ainda são os que mais consomem recursos dos aparelhos Android: Facebook, BBM, Instagram, Facebook Messenger e WeChat. O Facebook manteve seu primeiro lugar na lista de apps que mais consomem, dentre aqueles que não precisam de início via usuário.

Dentre os aplicativos acionados pelo usuário, o maior risco é o desconhecimento de seu uso de recursos, pois o usuário pode não estar consciente de seu impacto. Por exemplo, o Spotify permite alocar mais de três mil músicas, mas compromete boa parte do espaço de armazenamento e drena boa parte do pacote de dados do usuário. Muitos dos outros apps desta categoria também possuem conteúdos pesados e pedem cuidado.

"Muitos aplicativos rodam em background e consomem bateria, espaço e dados sem que o usuário tenha consciência disso, e, em muitos casos, sem um bom motivo para tal. Se você se questiona sobre o desempenho ruim do seu smartphone, esse pode ser o motivo", explica Mariano Sumrell, diretor de Marketing da AVG, em comunicado.

Com novos aplicativos entrando no ranking, a AVG dividiu a lista dos top 10 em apps que exigem que o usuário os inicie e aplicativos com auto início. Confira:

Auto início

1 - Facebook
2 - BBM
3 - Ball Pool
4 - Instagram
5 - Messenger
6 - WeChat
7 - Facebook Pages Manager
8 - ooVoo Video Call Text & Voice
9 - KakaoTalk: Free Calls & Text
10 - Vine

Iniciado pelo usuário
1 - Spotify Music
2 - Amazon Kindle
3 - LINE: Free Calls & Messages
4 - Samsung WatchON (Video)
5 - Snapchat
6 - Netflix
7 - SoundCloud - Music & Audio
8 - Clean Master (Speed Booster)
9 - Tumblr
10 - PicsArt Photo Studio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.