Tamanho do texto

Dick Costolo, que estava na diretoria da empresa desde 2009, fará parte do conselho de administração. Até que o Twitter encontre um substituto, Jack Dorsey será CEO interino

Dick Costolo, do Twitter
Getty Images
Dick Costolo, do Twitter

O CEO do Twitter, Dick Costolo, está deixando o cargo de CEO do Twitter. Jack Dorsey, co-fundador, vai temporariamente tomar as rédeas da rede social que há tempos enfrenta um fraco desempenho financeiro. Dorsey atuará como CEO interino enquanto o Twitter procura um substituto, disse a empresa por meio de um comunicado na quinta-feira (11). 

LEIA MAIS:  Aplicativo de streaming do Twitter, Periscope chega ao Android

Costolo, que atuou como CEO por cinco anos, escreveu no seu perfil no Twitter sobre o movimento. Em um breve post, Costolo escreveu "Bem-vindo de volta, Jack" e anexou o post oficial sobre o anúncio do próprio Twitter. A razão da mudança não foi anunciada.

Os investidores reagiram positivamente à mudança. As ações do Twitter subiram quase 6% no final do dia após o anúncio, fechando em US$ 35,84. As ações do Twitter caíram quase um terço desde o último relatório trimestral da empresa, divulgado em abril. A rede social também reduziu suas projeções financeiras recentemente.

No primeiro trimestre, a empresa anunciou que possuía 300 milhões de usuários mensais. Nos últimos anos, porém, o Twitter não tem experimentado um crescimento tão bom quanto do seu rival, o Facebook. A rede social de microblogs introduziu novos produtos de publicidade e novos recursos, mas ainda enfrenta dificuldades. Os analistas afirmam que enquanto os usuários mais antigos são leais, os recém-chegados ainda acham que é difícil de aprender a escrever pouco e outros aspectos do serviço.

"A grande maioria das pessoas que se inscreveram não usam mais o serviço", disse Nate Elliott, analista de mídia social da Forrester Research. "Eles precisam fazer um trabalho muito melhor em dar às pessoas uma razão para voltar todos os dias e fazer o pessoal do marketing feliz."

Costolo, 51, vai ficar no conselho de administração do Twitter. Ele tem sido diretor desde setembro de 2009, quando se tornou CEO, em outubro de 2010.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.