Tamanho do texto

Pesquisa anual da EFF analisa as práticas de empresas como Apple, Google e Twitter. WhatsApp foi o serviço pior avaliado

WhatsApp é aplicativo de mensagens mais popular do mundo
Getty Images/BBC
WhatsApp é aplicativo de mensagens mais popular do mundo

Nesta semana, a Electronic Frontier Foundation (EFF), uma organização sem fins lucrativos cujo objetivo declarado é proteger os direitos de liberdade de expressão na era digital, liberou a quinta edição do relatório "Who Has Your Back?", na tradução livre, Quem protege as suas costas?, um análise de como as principais empresas de internet protegem os dados dos usuários dos governos, que cada vez mais pedem acesso a informações consideradas sensíveis. 

O documento avalia 24 empresas e concede até cinco estrelas em categorias como "informar aos usuários sobre os pedidos de dados do governo" e "divulgar publicamente as políticas de retenção de dados da empresa." Neste ano, nove empresas ganharam estrelas em todas as categorias disponíveis para eles: Adobe, Apple, CREDO, Dropbox, Sonic, Wickr, Wikimedia, Wordpress.com, e Yahoo. O WhatsApp foi o pior: uma estrela.

LEIA MAIS:  Cinco dicas para que o WhatsApp funcione como você quer

"Confiamos inúmeros detalhes íntimos sobre nossa vida pessoal para os prestadores de serviços digitais. Muitas vezes são as políticas corporativas, e não as garantias jurídicas, nossa melhor defesa contra a intrusão do governo ", disse o diretor da entidade Rainey Reitman. "As empresas de tecnologia devem ter as políticas mais fortes possíveis para proteger nossa privacidade, e estamos impressionados que este grupo de nove empresas de fato intensificou seu trabalho após conhecer nossas novas e ambiciosas normas."

Mas, conforme ressalta o relatório, nem tudo é boa notícia. Por mais de um ano, a EFF pediu que Google e Twitter se comprometessem a informar os usuários sobre os pedidos de dados do governo, mesmo quando essa notificação for adiada devido a uma emergência em curso ou uma ordem da Justiça, mas ambas as empresas ainda precisam melhorar para merecer essa estrela.

No entanto, o pior de todos os serviços é o WhatsApp, que recebeu apenas uma estrela, apesar de aviso feito pela entidade no ano passado de que seria incluído no relatório. A EFF ressalta ainda que aquisição pelo Facebook lhe deu uma abundância de recursos para proteger seus clientes. O WhatsApp não segue as boas práticas da indústria, não avisa os usuários sobre as demandas feitas pelos governos sobre seus dados e também não explica que dados a empresa guarda.

O WhatsApp não informa se remove ou não conteúdos exigidos pelos governo. A única estrela recebida pelo popular aplicativo de mensagens diz respeito a sua postura pública contrária as iniciativas dos governos de intimidarem as empresas para que elas liberem dados sensíveis do usuário. 

Para ver o relatório completo e a tabela com estrelas acesse o site da EFF





    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.