Tamanho do texto

Concurso do site Dronestragram premia melhores fotos feitas com drones com produtos e serviços de marcas relacionados

O brasileiro Ricardo Matiello, de Maringá, no Paraná, venceu recentemente a edição de 2015 do concurso de fotos aéreas feitas com drones do site Dronestragram. Sua foto "Above the mist", Acima da Névoa, em português, foi a vencedora do voto popular e também primeira colocada na categoria Lugares.

LEIA MAIS:  Para ex-Wired, sucesso dos drones irá acelerar sua regulamentação

Feito em parceria com várias empresas como Adobe, Hexo+, Kodak, Parrot, GoPro, Picanova e Hobbico, o concurso elege os três melhores de cada categoria. Além da categoria Lugares, existe também a categoria Natureza e Dronies, para fotos que deixam claro que foram feitas com o equipamento voador. Além das três mais votadas pelo público do site. Os prêmios são todos em produtos e serviços das patrocinadoras. 

No site Dronestragram, além das imagens, cada fotógrafo possui um perfil próprio. A foto premiada foi feita em 23 de junho de 2015, na Praça da Catedral, em Maringá, Paraná. A câmera é uma GoPro Hero 3 Black, enquanto o drone foi customizado.

Na sua página, Matiello escreveu sobre a foto. "Um dia, vi uma foto tirada de um avião, mostrando o centro de uma cidade cercada por um forte nevoeiro expondo apenas os topos dos edifícios. Desde aquele dia, tive o desejo de tirar uma foto como essa; mas apenas da minha cidade. Certa manhã, uma névoa densa estava formada, o que é muito raro aqui, porque eu vivo em uma área bastante nivelada, onde é ensolarado e quente quase o ano todo. Naquele dia, eu tinha um trabalho a fazer com o drone e, portanto, o equipamento já estava no meu carro. Eu levei minha filha para a escola e, no caminho para o trabalho, decidi tentar tirar a foto. Eu não tinha ideia de como era lá em cima, porque a única coisa que eu podia ver eram as nuvens que escondem os edifícios. Eu não sabia se haveria sol, ou se o tempo estava completamente nublado como no dia anterior. Eu escolhi a área da catedral de Maringá, um símbolo da cidade, e porque este monumento foi inspirado pela criação das naves espaciais chamado Sputniks. (Fonte: Wikipedia) eu voei com o drone poucos metros acima, fazendo-o desaparecer no nevoeiro, e logo depois, voar de volta para baixo porque eu não podia voar sem contato visual. Ao acessar a memória da câmera, fiquei espantado com a belo dia acima das nuvens e para minha surpresa e alegria, fui capaz de tirar a foto exatamente eu estava procurando. O resultado é este...". 

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.