Tamanho do texto

Projeto é voltado principalmente para mercado indiano

Com o Android One, o Google espera diminuir as barreiras de hardware, software e conectividade que existem em mercados emergentes
REUTERS/Anindito Mukherjee
Com o Android One, o Google espera diminuir as barreiras de hardware, software e conectividade que existem em mercados emergentes

O Google pretende relançar o seu projeto Android One, apresentado no ano passado e que tem como objetivo desenvolver smartphones econômicos para países em desenvolvimento.

RELEMBRE:  Google lança Android One na Índia com telefones que irão custar US$ 105

Entrevistado pelo jornal de finanças britânico Financial Times , o diretor da companhia norte-americana para a Índia e o sudeste asiático, Rajan Anandan, explicou que os novos planos da iniciativa serão revelados nas próximas semanas.

O objetivo do programa, segundo o executivo, será colocar à venda celulares com valores menores que US$ 50 (cerca deR$ 170) metade do preço dos modelos lançados em 2014. Como nos do ano passado, o Google não se ocupará com o desenvolvimento do hardware dos aparelhos.

Anandan ainda admitiu que a última experiência não satisfez as expectativas, mas reafirmou que a companhia está se esforçando para obter os resultados desejados. Ele disse que os novos smartphones terão aplicativos e serviços pensados principalmente para o mercado indiano.

Para atender aos tipos de conexões de internet no país, com uma banda larga baixa, os celulares permitirão, por exemplo, usar mapas na modalidade offline e terão páginas de pesquisa que carregam rapidamente.

A faixa de preço atual dos Android One é de 2 mil a 3 mil rúpias, cerca de R$ 110 (em torno de R$ 380) a R$ 160 (cerca de R$ 500). 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.