Tamanho do texto

Qualquer momento livre pode ser suficiente para estudar línguas novas por meio de celular; conheça os mais eficientes

Duolingo: plataforma de ensino de idiomas presente no Android, no iOS e também na web
Divulgação
Duolingo: plataforma de ensino de idiomas presente no Android, no iOS e também na web

Qualquer pessoa que tenha tentado aprender um segundo idioma sabe que não é uma tarefa fácil. Às vezes, só é preciso saber algumas frases simples para nos comunicarmos em uma viagem, mas isso não significa que a pessoa esteja fluente na língua.

Assim, quando a intenção é aprender o máximo possível, pode-se utilizar qualquer momento morto, como a espera pelo ônibus, para aprender uma palavra nova. E seu smartphone pode ajudar na tarefa de aprender uma língua nova. Conheça alguns aplicativos úteis:

1. Duolingo
Este aplicativo gratuito funciona tanto para o iOS, sistema operacional dos iPhones, quanto para o Android e também pode ser usado no computador. Ele traduz e ajuda a pronunciar palavras em dez idiomas, incluindo inglês, francês, alemão, português e sueco.

É possível escolher o seu nível de conhecimento do idioma e estabelecer metas diárias para superar. Cada lição inclui exercícios diferentes para falar, escutar e traduzir. O método se baseia em estimular o usuário a construir uma espécie de árvore de conhecimento, em que uma etapa vencida leve à seguinte.

O criador do aplicativo, Luis von Ahn, nasceu na Guatemala e diz que a ideia de Duolingo é que todo o mundo tenha um acesso igualitário ao aprendizado de idiomas. Ele reconhece, no entanto, que muitas pessoas não têm acesso a celulares e que o aplicativo não substitui as aulas com um professor.

O co-fundador do Duolingo, o guatemalteco Luis Von Ahn, em encontro com Obama, em agosto
Facebook/Reprodução - 05.08.2015
O co-fundador do Duolingo, o guatemalteco Luis Von Ahn, em encontro com Obama, em agosto

2.LinguaLeo
O aplicativo criado por uma empresa russa de ensino online é gratuito e traz uma série de jogos e desafios para aprender inglês. A versão para brasileiros usa músicas, piadas e até cenas de filmes famosos nas lições, além de um dicionário com a pronúncia correta das palavras.

Também é possível escolher o nível de dificuldade dos exercícios. Uma assinatura paga dá acesso a mais conteúdo. Está disponível para iOS e Android, mas também pode ser usado no computador.

3. Busuu
Busuu é uma rede social gratuita – com a possibilidade de compras dentro do aplicativo – para aprender idiomas em sequência. Seu nome faz referência a um idioma falando em Camarões. 

A plataforma tem milhões de usuários em todo o mundo e é muito utilizada no Brasil, China, Turquia e Alemanha. Busuu oferece cursos audiovisuais gratuitos e pagos, além de permitir a interação direta com falantes nativos dos idiomas em todo o mundo. O aplicativo tem lições de nove idiomas, incluindo inglês, espanhol, alemão, italiano e russo.

Também há nele uma divisão por temas cotidianos. Uma vez que você tenha aprendido as três mil palavras e frases-chave de um idioma, pode interagir com cerca de 50 de milhões de usuários.

4. Babbel
Este aplicativo é pago, a assinatura de três meses custa US$ 20, e está disponível para iOS, Androis e para o relógio inteligente da Apple. Ele possui muitos testes e exercícios de vocabulário, gramática e elementos do idioma para todos os níveis.

Babbel inclui cursos de inglês, espanhol, sueco, norueguês, alemão... São, no total, 14 línguas. As versões gratuitas de cada idioma permitem fazer lições específicas para aprender vocabulário de temas como trabalho, hobbies, etc.

5. HiNative
HiNative é uma plataforma gratuita para conversar com falantes nativos do idioma que se pretende aprender em todo o mundo. São 11 lições com jogos que funcionam de maneira semelhante a livros infantis, nos quais o usuário tem de resolver quebra-cabeças segundo seu nível de conhecimento da língua.

Também é possível fazer perguntas aos falantes de cada idioma por meio de questionários pré-prontos do tipo: Como se diz isto? Isto soa natural? Qual é a diferença entre estas palavras ou frases?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.