Tamanho do texto

O TIDAL oferece mais de 35 milhões de músicas e traz opção de áudio em alta qualidade e sem compressão de dados

Além de músicas sem compressão, o TIDAL também garante oferecer músicas e vídeos exclusivos
Divulgação
Além de músicas sem compressão, o TIDAL também garante oferecer músicas e vídeos exclusivos

Nesta terça-feira (29), o serviço de streaming de música TIDAL, comprado no início do ano pelo rapper Jay-Z e depois apoiado por vários artistas, chegou oficialmente ao Brasil.

O serviço, que apresentou resultados ruins após seu lançamento em março , foi traduzido para o português e traz mais de 35 milhões de músicas e 85 mil vídeos em HD no seu acervo.

Ao contrário dos seus concorrentes, o TIDAL não tem versão gratuita com anúncios e pode ser acessado pelo computador ou por aplicativos para iOS  e Android , com versões dedicadas para tablets.

Para atrair usuários no início, o TIDAL está oferecendo 30 dias de acesso gratuito a todo o conteúdo do seu acervo. Após esse período, o usuário terá que pagar a assinatura do streaming, que possui dois planos com preços diferentes.

O TIDAL está disponível no Brasil. Ouça de graça por 30 dias!

Posted by TIDAL on  Terça, 29 de setembro de 2015


O primeiro, chamado “Premium”, sai por R$14,90 mensais e o segundo, chamado “TIDAL HIFI”, custa R$29,80 por mês. Ambos oferecem acesso a toda a biblioteca de músicas e vídeos do TIDAL, com playlists feitas com curadoria especializada. A única diferença é que o plano mais caro garante entregar para o usuário áudio sem nenhuma compressão, na mesma qualidade de som presente em um CD ou um vinil.

O serviço pode ser acessado pelo computador ou por aplicativos para iPhone e Android
Divulgação
O serviço pode ser acessado pelo computador ou por aplicativos para iPhone e Android

Para justificar os preços acima da média dos concorrentes, o serviço de streaming apresenta, além do oferecimento de áudio sem perda de qualidade, um conjunto de músicas e vídeos exclusivos feitos pelos artistas apenas para os usuários do TIDAL. O serviço também patrocina shows no mundo todo e oferece transmissões ao vivo das apresentações.

Em um vídeo, o serviço tenta evidenciar a importância do áudio sem perda de qualidade para quem gosta de ouvir música. Segundo o TIDAL, partes da música são perdidas quando o arquivo é comprimido e, para mostrar isso, o vídeo produzido mostra o que o usuário deixa de ouvir quando escuta uma música em formatos menores. No entanto, é importante ressaltar que são necessários bons fones de ouvido ou caixas de som para que o usuário realmente aproveite a qualidade de som oferecida pelo TIDAL. Veja abaixo o vídeo com a demonstração:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.