Tamanho do texto

Além do celular, que faz o papel de CPU, o kit vem equipado com uma bateria portátil, um teclado virtual, um dispositivo para espelhar a tela e um pendrive com 32 GB de espaço

A PhoneStation, da Vi, é uma estação de trabalho que funciona a partir do smartphone Meizu.
Emily Canto Nunes/iG São Paulo
A PhoneStation, da Vi, é uma estação de trabalho que funciona a partir do smartphone Meizu.

Nesta terça-feira (27), a Vi, uma empresa brasileira que conta com investimento chinês, traz para o Brasil seu PhoneStation, uma estação de trabalho e entretenimento móvel que funciona a partir do MX4, um smartphone da Meizu. Além do celular, que faz o papel de CPU, o kit vem equipado com uma bateria portátil de 5.000 mAh, um teclado virtual Bluetooth, um dispositivo que espelha a tela e conecta à TV via HDMI, o Vi Cast, e o Vi Drive, uma espécie de pendrive com 32 GB de armazenamento interno. O PhoneStation chega ao Brasil por R$ 2.899 nas cores cinza, prata e dourado.

O Meizu MX4 é um aparelho de tela de 5,36 polegadas com 1.920 e 1.152 pixels, processador MediaTek Quad-core 2.2 GHz Cortex-A17 e quad-core 1.7 GHz Cortex-A7, 2 GB de RAM e 32 GB de memória interna. A câmera frontal é de apenas 2 megapixels, enquanto a traseira é de 20,7 megapixels com foco automático e flash LED. O aparelho roda Android 5.0 com uma versão modificada chamada Flyme e tem bateria de 3.000 mAh.

Seguindo a tradição chinesa, a Vi fará, a exemplo da Xiaomi, eventos de venda online do PhoneStation em seu site. Por enquanto, o kit será vendido apenas neste canal. Segundo Felipe Colaneri, executivo de Marketing, o PhoneStation se enquadra em uma nova categoria de produto, e não vem para concorrer com smartphones. O primeiro evento de venda acontece nesta quarta-feira (28) a partir das 8h08 minutos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.