Tamanho do texto

Usuários de smartphones que rodam a plataforma Android poderão comprar créditos e com eles baixar filmes, músicas, jogos e aplicativos da loja virtual

Google lança o Recarga, um novo sistema para colocar créditos na loja virtual do Android
Divulgação
Google lança o Recarga, um novo sistema para colocar créditos na loja virtual do Android

Usuários de smartphones que rodam Android contam agora com mais uma forma de pagar pelos  filmes, músicas, jogos e aplicativos que desejam comprar na loja virtual, o Google Play. Chamado de Recarga, o sistema funciona de forma similar à recarga de créditos para o celular: basta identificar um estabelecimento com o adesivo do Google e pedir comprar um crédito nas opções disponíveis: R$ 15, R$ 30, R$ 50 ou R$ 100, ou seja, sem a necessidade de cartão de crédito.

Para usar o novo sistema, os clientes precisam encontrar um estabelecimento identificado com o adesivo Recarga Google Play e informar ao atendente o quanto gostariam de carregar na loja virtual, respeitando o valor mínimo de R$ 15. O sistema gera um recibo com um código para o usuário fazer o resgate do valor no Google Play. Os créditos podem ser usados para comprar qualquer tipo de contéudo, como aplicativos, jogos, filmes, livros, revistas e até mesmo para assinar o serviço de streaming, ou seja, de música online, que dá acesso a mais de 35 milhões de músicas, cobrando R$ 14,90 por mês.

Depois de efetuar a Recarga usuário recebe um código para colocar na loja virtual do Android, a Google Play
Divulgação
Depois de efetuar a Recarga usuário recebe um código para colocar na loja virtual do Android, a Google Play

A chegada do Recarga tem como objetivo atender quem está fora dos centros urbanos, isto é, os cerca de 70% da população que vive em cidades com menos de 500 mil habitantes. De acordo com o Google, são mais de 300 mil estabelecimentos cadastrados entre bancas de jornal, padarias, bares e mercearias, todos habilitados para fazer uma recarga de créditos no Google Play, da mesma maneira que já estão acostumados a fazer para carregar planos de voz e dados em seus celulares pré-pagos. Como a rede de recarga usada pelo novo sistema é a mesma dos celulares, a companhia conseguiu aumentar sensivelmente seu alcance.

Histórico

Em novembro do passado, a empresa lançou vales-presente que já podem ser encontrados em mais de 3.200 estabelecimentos e revertidos em créditos na loja virtual. Segundo o Google, citando a Blackhawk, distribuídora de vales-presente, em menos de seis meses os cartões do Google Play se tornaram os mais vendidos do País. 

Além dos vales-presente, a empresa fez um esforço para localizar a operação de pagamentos do Google Play, possibilitando que os usuários paguem em reais e com cartão de crédito local. Antes, os pagamentos podiam ser feitos somente com cartão de crédito internacional e os valores eram cobrados em dólar, portanto, estavam sujeitos à variação cambial e a um imposto sobre transações internacionais de 6,38%, conhecido como IOF.

Recarga Google Play funciona de forma similar ao sistema de  recarga de voz e dados do celular
Divulgação
Recarga Google Play funciona de forma similar ao sistema de recarga de voz e dados do celular







    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.