Tamanho do texto

Nova versão do óculos inteligente pode chegar em breve

Novo Google Glass será voltado para o ambiente profissional
FCC/Reprodução
Novo Google Glass será voltado para o ambiente profissional

Promissor apesar de polêmico, o Google Glass foi uma das grandes baixas de 2015. Mas, ao que parece, 2016 será novamente o ano do óculos inteligente. Reformulado para ser um acessório profissional, o Google Glass Enterprise Edition já foi enviado ao The Federal Communications Commission, conhecido por FCC, órgão que regula as comunicações nos Estados Unidos. As informações são do site Business Insider

Uma das principais mudanças diz respeito à responsabilidade do projeto, que está nas mãos de Tony Fadell, o fundador da Nest, aquela empresa de termostátos inteligentes que foi comprada pelo Google há alguns anos. Veterano do hardware, Fadell tem passagem pela Apple e desde o início do ano, quando o Google anunciou que pararia de vender o Glass comercialmente, responde por esse novo direcionamento do produto. 

Novo Google Glass terá melhorias na bateria, no Wi-Fi e na gestão de calor
FCC/Reprodução
Novo Google Glass terá melhorias na bateria, no Wi-Fi e na gestão de calor

O pouco que se sabe, inclusive a partir das fotos da FCC, é que o novo Google Glass será dobrável, que traria um processador Intel Atom, melhorias no Wi-Fi e na gestão de calor. Há também a promessa de uma maior duração de bateria e rumores de que viria acompanhado de um conjunto de baterias externas que se ligariam magneticamente aos óculos.

Google ainda não revelou quanto planeja cobrar pelo novo Glasse nem a partir de quando, mas como o novo aparelho é voltado para empresas, é provável que custe mais de US$ 1.500. Ainda assim, a possibilidade de uma versão para o consumidor final não está totalmente descartada sendo afirmou o próprio Fadell à Bloomberg recentemente

Fundador da Nest e agora no Google, Tony Fadell não descarta uma versão para usuários finais do novo Glass
FCC/Reprodução
Fundador da Nest e agora no Google, Tony Fadell não descarta uma versão para usuários finais do novo Glass


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.