Tamanho do texto

Versão esportiva da segunda geração do relógio inteligente da Motorola tem GPS integrado e pulseira fixa de silicone

Moto 360 Sport fez sua primeira aparição na IFA de 2015, ao lado dos outros modelos da segunda geração que possuem tamanhos de caixa diferentes
Emily Canto Nunes/iG
Moto 360 Sport fez sua primeira aparição na IFA de 2015, ao lado dos outros modelos da segunda geração que possuem tamanhos de caixa diferentes

Lançado em setembro de 2015 pela Motorola, uma empresa da Lenovo, o Moto 360 Sport, parte da segunda geração de dispositivos vestíveis da marca, já está disponível no Brasil na versão com pulseira preta. Importado, o novo modelo chega por R$ 1.999, valor bastante acima dos R$ 799 do primeiro Moto 360, vendido no País desde o final de 2014, época em que o dólar também era outro, vale lembrar.

Visto pela primeira na IFA 2015 , o Moto 360 Sport é uma das três versões lançadas pela empresa. Tem tela redonda de 45 mm, enquanto o modelo normal vem em dois tamanhos, 42 mm e 46 mm. Seu principal diferencial é o foco no universo fitness, como o nome sugere. Além da pulseira de silicone com mais furos para melhorar a ventilação do material e também diminuir a transpiração do pulso do usuário, o novo relógio inteligente tem GPS integrado, o que dá muito mais autonomia ao gadget quando se trata de acompanhar o usuário na sua rotina de exercícios. Graças a ele e a outros sensores como pedômetro e frequência cardíaca é possível ter informações como distância percorrida, ritmo, número e tempo de cada volta no display do acessório, mesmo sem o smartphone por perto. 

Outra novidade da segunda geração é que com 4 GB de memória de armazenamento – de RAM são 512 – ele permite que o usuário baixe músicas para dentro do relógio inteligente. Desta forma, o acessório se torna ainda mais independente do celular. Para ouvir as músicas do relógio basta conectar no Moto 360 Sport um fone de ouvido Bluetooth. Ao contrário de outros acessórios do tipo no mercado, o Moto 360 Spor não tem nenhum conector, é totalmente selado. Apenas os microfones. Além de Bluetooth, o produto conta com WiFi para ser ainda mais autônomo. Isso quer dizer que se você passar por um WiFi salvo o relógio inteligente poderá atualizar as informações. 

Uma outra novidade do Moto 360 Sport é que ele possui uma tela chamada AnyLight, uma tela híbrida que com ajuda do sensor de luminosidade se adapta ao ambiente. Em lugares fechado ela se comporta como qualquer LCD, mas em ambientes externos ela reflete a luz natural do Sol, polarizando o display para facilitar a leitura sem escurecer como acontece com outras telas de acordo com a Motorola. Ainda falando de display, vale lembrar que apesar do relógio ter um design circular, a tela não ocupa 100% desse círculo. Há um pequeno recorte na parte debaixo como já existia no modelo anterior. A Motorola continua não vendo isso como um problema, mas como uma solução de design que deixa o produto com bordas mais finas e, sendo assim, menor.

Rodando a mais recente versão do Android Wear, o Moto 360 Sport também tem carregamento sem fio como seu antecessor e uma bateria de 300 mAh, abaixo da anterior de 320 mAh. Ainda assim, a Motorola garante que possui uma maior duração em razão do novo processador – um Snapdragon 400 com1.2 GHz quad-core CPU Adreno 305 e 450MHz GPU – e de melhorias na nova versão da plataforma do Google. Ainda falando de esportes, o Moto 360 Sport tem certificação IP67, logo é resistente à entrada de poeira e de água.

Motorola: uma empresa da companhia Lenovo

Ao iG , a Motorola já reinterou que continua existindo como empresa e que mantém a mesma estrura de sempre no Brasil , enquanto globalmente responde pela divisão de negócios mobile da chinesa Lenovo. O que muda neste ano é que os esforços de Marketing da empresa estarão voltados para a promoção das marcas Moto e Vibe. Segundo Edson Bortolli, diretor de produtos da própria Motorola, internamente, mesmo antes da notícia dada por Rick Osterloh, já se pensava em adotar o nome Moto porque esse é o apelido da marca desde os tempos de "Hello Moto". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.