Tamanho do texto

Aplicativo sugere treinos semanais de acordo com o objetivo e o condicionamento físico de cada usuário

A cada semana, o app oferece 12 atividades para incentivar o usuário a chegar em seu limite
Reprodução
A cada semana, o app oferece 12 atividades para incentivar o usuário a chegar em seu limite

Pensando em ajudar o usuário a entrar em forma e se tornar mais saudável, a Freeletics criou um aplicativo de corrida que oferece uma nova experiência durante os exercícios. O app é uma boa opção para quem deseja perder peso, melhorar o condicionamento físico ou aumentar a velocidade e a resistência. O programa não faz distinção de quem é atleta profissional ou iniciante.

Ao instalar o aplicativo, o usuário precisa informar seu peso, altura, frequência com que pratica exercícios e o que deseja alcançar com as corridas. Com isso em mãos, o app consegue oferecer programas de treino personalizados e de acordo com o ritmo do atleta. 

O Freeletics Running utiliza o GPS do smartphone para determinar a distância percorrida e o fim de um intervalo, acabando com a necessidade de medir distâncias ou correr em pistas. Desta forma, o usuário fica livre para escolher o trajeto da corrida.

Além de corridas de longa distância, o app contém programas de treino com intervalos, criados para oferecer resultados rápidos e incentivar o usuário. A cada semana, o Freeletics Running oferece 12 programas diferentes com nomes de deuses e personagens da mitologia. Os treinos básicos pedem distâncias curtas e intervalos maiores. Assim que o usuário passa para fases mais avançadas, o aplicativo sugere corridas com distâncias maiores e pausas mais rápidas.

O Freeletics Running está disponível gratuitamente para dispositivos Android  e iOS . O usuário pode optar por assinar o Coach, que se adapta a diferentes níveis de condicionamento físico e cria programas de treino que se ajustam aos objetivos de cada pessoa. O plano anual versão premium do Freeletics Running pode ser adquirido por € 79,99 anual (cerca de R$ 357).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.