Tamanho do texto

Hospital nos Estados Unidos implementou sistema para reduzir quantidade de consultas desnecessárias

Sistema utiliza informações obtidas por pulseira inteligente
Divulgação
Sistema utiliza informações obtidas por pulseira inteligente

O termo Internet das Coisas vem se popularizando nos últimos meses com o lançamento de diversos equipamentos inteligentes. A oferta vai de geladeiras  a robôs  de diversas finalidades. Mas engana-se quem pensa que o conceito se limita a produtos domésticos. Algumas empresas estão utilizando sistemas para oferecer experiências mais positivas para seus clientes. Uma rede de hospitais nos Estados Unidos implementou o sistema Cortana Analytics para acompanha a saúde de seus pacientes por meio de pulseiras inteligentes.

O dispositivo envia informações como pressão sanguínea, frequência cardíaca e peso para a clínica tomar ações que façam com que o paciente não precise visitar o hospital sem necessidade. Além disso, a solução oferece uma previsão desses dados para as próximas 48 horas, para que o hospital tenha um cenário mais amplo da situação do paciente. O sistema também acompanha a quantidade de passos e de horas que o paciente dormiu na última semana e seu comportamento nas redes sociais.

Caso o paciente faça reclamações sobre sua rotina frequentemente, como uma carga excessiva de trabalho ou sobre o trânsito da cidade onde mora, o centro médico pode entrar em contato para entender o que está acontecendo e até mesmo realizar diagnósticos com antecedência. Quando o hospital entra em contato por telefone, o sistema monitora a voz do paciente e reconhece sentimentos como cansaço ou alegria.

A partir do conjunto de informações, o hospital pode realizar análises e tomar ações para melhorar o estado de saúde do paciente. Além das ligações, mensagens são enviadas para o smartphone ou a pulseira inteligente incentivando o paciente a praticar mais exercícios físicos, por exemplo. As notificações também são enviadas para os familiares.

De acordo Mario Ochoa, gerente de marketing de Internet das Coisas e Análises Avançadas da Microsoft na América Latina, o objetivo da clínica foi "oferecer cuidado cada vez mais individual e personalizado aos diferentes pacientes e, ao mesmo tempo, reduzir custos". A Microsoft ainda não oferece o Cortana Analytics no Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.