Tamanho do texto

Dispositivos como Oculus Rift, HTC Vive e PlayStation VR deverão ser responsáveis por 77% do faturamento do setor

A expectativa é que 2016 marque a popularização de diversas aplicações em realidade virtual
BBC Brasil
A expectativa é que 2016 marque a popularização de diversas aplicações em realidade virtual

O mercado de dispositivos de realidade virtual deve movimentar US$ 895 milhões (aproximadamente R$ 3,15 bilhões) em 2016, segundo dados da Strategy Analytics. Recém-lançados, Oculus Rift, HTC Vive e PlayStation VR, serão responsáveis por 77% desse valor. Entretanto, as estimativas apontam que os três modelos representarão apenas 13% do volume de vendas.

Os modelos mais baratos que também utilizam o smartphone para oferecer a experiência para o usuário serão mais comuns e deverão dominar o mercado com cerca de 12,8 milhões de unidades vendidas. Segundo analistas, estes dispositivos podem servir como uma porta de entrada para usuários experimentarem modelos mais caros.  

Os aparelhos conectados a computadores ou voltados apenas para games não devem vender mais de 1,7 milhão de unidades. O motivo mais provável é o preço alto, que acaba afastando os usuários.

"Em breve, os usuários estarão expostos a uma grande diversidade de realidade virtual, desde o custo ultra-baixo até o super premium", explica Cliff Raskind, diretor da área de dispositivos vestíveis na Strategy Analytics. Raskind ainda lembra que "a realidade virtual tem o potencial de iniciar uma nova corrida por especificações técnicas em áreas como resolução da tela, armazenamento e câmeras 360 graus".

Ainda em fase de descoberta por parte de produtores, os dispositivos vem testando a experiência do usuário na realidade virtual com conteúdos relacionados a entretenimento e educação, por exemplo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.