Tamanho do texto

Argumento usado para levar o vídeo de volta ao ar foi de que nada prova que o celular mostrado seria, de fato, algo de propriedade intelectual da Samsung

Paródia publicada no Youtube mostra jogador arremessando Galaxy Note 7 contra policiais e civis
Youtube/Reprodução
Paródia publicada no Youtube mostra jogador arremessando Galaxy Note 7 contra policiais e civis

O Youtube  reativou, na última quinta-feira (20), um vídeo que havia sido retirado do ar após solicitação da Samsung, que ficou descontente com uma paródia de um de seus produtos, o Galaxy Note 7.

+ Saiba como participar do Youtube Heroes para moderar comentários no site

Toda a polêmica também envolve o Grand Theft Auto, mais conhecido como GTA – um dos jogos mais populares da história dos videogames. Nele, é possível usar dinheiro virtual para fazer uma série de coisas mais tranquilas, como cortar o cabelo e comprar roupas, por exemplo. No entanto, o jogador também pode adquirir itens não tão usuais, como armas, facas e bombas. Desde quando surgiu a notícia de que exemplares do Galaxy Note 7 estavam simplesmente explodindo nas mãos dos usuários, sem qualquer motivo em especial, um canal do Youtube que costuma fazer alterações divertidas nos jogos criou uma paródia do game, em que o smartphone da Samsung era utilizado como uma bomba.

+ Saiba como excluir uma conta no Google

Na versão publicada pelo canal Modded Games, um personagem do jogo é visto entrando em uma loja de armas e explosivos. Após olhar alguns itens na vitrine, ele encontra um celular, acompanhado da seguinte descrição: "Uma carga explosiva de plástico equipada com um detonador remoto. Pode ser jogado e, então detonado, ou acoplado em um veículo para detoná-lo". Ele, então, opta pela compra de algumas unidades do aparelho. Quando deixa a loja, começa a arremessar os exemplares em alguns pontos da cidade – e eles explodem como granadas. Confira:


O argumento usado para levar o vídeo de volta ao ar foi de que nada nas imagens prova que o celular visto explodindo carros e prédios seria, de fato, algo de propriedade intelectual da Samsung.

+ Netflix deve permitir download de filmes e séries ainda este ano

Prejuízos para a Samsung

Os defeitos de fabricação que ocasionaram nas explosões de exemplares do Galaxy Note 7 vão causar prejuízos à Samsung. Por conta dos recalls e da suspensão da fabricação e venda do aparelho, a empresa sul-coreana deve ter deixado de lucrar US$ 2,3 trilhões no terceiro trimeste, segundo estimativas da própria companhia. Isso prova que um simples vídeo no Youtube é o menor dos problemas para a Samsung no momento. 

    Leia tudo sobre: Youtube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.