Tamanho do texto

Serviço de streaming é exclusivo para clientes da Vivo e conta com séries e curtas de vários gêneros; valor da assinatura custa de R$ 3,99 a R$ 12,90

A Vivo em parceria com a Vivendi lançou no último dia 17 o aplicativo Studio +, que dá acesso a séries e curtas filmados para serem exibidos em smartphones. O conteúdo, disponível para streaming ou download, está disponível apenas para clientes da Vivo.

+ 5 aplicativos essenciais para todo motorista

Os títulos oferecidos pelo serviço de streaming conta com títulos desconhecidos pelo público e produzidos pela empresa francesa Vivendi. As séries exclusivas do aplicativo da Vivo  contam com 10 episódios cada, cuja duração média é de 10 minutos. O formato das séries foi pensado para que os usuários possam assistir às atrações ao longo do dia, durante as pausas feitas entre as atividades.

Studio +, o serviço de streaming da Vivo
Reprodução
Studio +, o serviço de streaming da Vivo

O catálogo conta com uma produção brasileira, gravada no Rio de Janeiro e em São Paulo. Baseada em fatos reais, "Crime Time: Hora do Perigo" conta a história de um ex-policial, vivido pelo ator Augusto Moreira, que se torna apresentador de um programa sensacionalista. Para ganhar mais audiência, ele acaba encomendando os próprios crimes que ganham destaque em seu programa.

As outras séries são estrangeiras, mas apresentam legendas em quatro idiomas. A expectativa é que novas produções sejam gravadas no Brasil futuramente.

Para acessar o aplicativo Studio +, os clientes da Vivo devem baixar a ferramenta pelo site da operadora ou pelas lojas do Google e da Apple. Os assinantes desembolsarão R$3,99 por semana ou R$ 12,90 por mês. O valor da assinatura é descontado dos créditos do celular, no caso dos clientes pré-pago e cobrada na conta, no caso dos cliente pós-pago. Os clientes pré-pago que não têm acesso a internet podem usar o aplicativo se conectando a uma rede wifi. Nesse caso, o vídeo é baixado e armazenado no celular para que o usuário possa assitir offline, mais tarde. Como forma de estimular a adesão, a primeira fatura não é cobrada.

O serviço de streaming de vídeos produzidos especificamente para smartphones foi lançado na Futurecom deste ano e deve chegar nos próximos meses a países da América do Sul e Europa, além dos Estados Unidos.

+ Instagram anuncia o lançamento de ferramentas para negócios no Brasil

    Leia tudo sobre: aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.