Tamanho do texto

Estimativas da polícia britânica apontam para recorde de casos de assédio em plataformas de relacionamento, como Tinder e Grindr, até o final de 2016

Brasil Econômico

Os aplicativos de relacionamento Tinder e Grindr foram utilizados para cometer 50 crimes sexuais na Inglaterra entre janeiro e junho deste ano. De acordo com o jornal The Sun, a polícia britânica alerta que, até o final de 2016, o país deve registrar mais de 100 casos, ultrapassando as 74 ocorrências do ano passado. Os aplicativos são usados por criminosos que criam perfis nas plataformas para atrair outras vítimas para encontros.

+ Tinder passa a proibir a entrada de usuários menores de idade

Até a metade deste ano, foram registrados 187 crimes ligados a aplicativos de relacionamento, como Tinder e Grindr, em Londres. A polícia acredita que este índice chegará a 350 casos até o final de 2016. No ano passado, foram registradas 317 ocorrências, envolvendo quase dezenas de casos de abusos e assaltos. Os crimes envolvendo as plataformas de relacionamento apresentaram crescimento de 2.000% desde 2012, quando diversos aplicativos parecidos foram lançados.

Quando o Tinder foi lançado, em 2012, a polícia britânica registrou 18 crimes envolvendo aplicativos de relacionamento
Ayush
Quando o Tinder foi lançado, em 2012, a polícia britânica registrou 18 crimes envolvendo aplicativos de relacionamento



+ A menos de uma semana das eleições, Periscope lança máscaras de Hillary e Trump

Naquele ano, a polícia britânica registrou 18 crimes envolvendo plataformas de relacionamento, sendo quatro casos de assédio sexual. Em 2015, no entanto, os números cresceram e chegaram a 317, sendo 180 casos de abusos, 74 de ataques sexuais, 26 furtos, sete roubos, seis crimes contra propriedade, seis invasões de residências e 17 casos classificados como outros 'outras ofensas'.

Aplicativos de relacionamento

O Tinder é um aplicativo de relacionamento para os usuários encontrarem um par de acordo com interesses e conexões em comum. Ao se cadastrar na plataforma, A plataforma exibe diversos perfis para os usuários, que podem arrastar a foto para a direita se estiverem interessados em alguma pessoa, ou para a esquerda, se desejaram ver outros perfis.

+ Parceria entre Tinder e Spotify ajuda a unir pessoas pelo gosto musical

O Grindr é uma plataforma semelhante ao Tinder, mas é voltada apenas para homens homossexuais e bissexuais. Lançado em 2009, o aplicativo sugere outros perfis com base em ferramentas de localização e permite iniciar conversas privadas, com envio de fotos. Além disso, é possível personalizar a busca e salvar os perfis favoritos para marcar encontros a qualquer momento.

    Leia tudo sobre: Aplicativo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.