Tamanho do texto

Aparelho da HP tem corpo sólido e bom desempenho em jogos e vídeos, mas peca pelo pouco espaço para instalação de aplicativos

Não dá para dizer que a HP tem grande tradição em tablets. A primeira grande aposta da empresa, o Touchpad com sistema webOS, foi alvo de uma avalanche de críticas logo no lançamento, em junho de 2011, e saiu do mercado dois meses depois . Depois disso, a empresa passou a ter apenas alguns modelos com Windows 7 voltados para o mundo corporativo.

Confira testes do Asus Fonepad, Nexus 7, Surface e outros tablets

Por isso, o Slate 7 (R$ 700) representa a primeira tentativa de verdade da HP no mercado de tablets para o consumidor final. No Brasil, o aparelho concorre com outros tablets de nível intermediário e preço entre R$ 500 e R$ 1.000, como o Iconia B1 , da Acer, e o MemoPad , da Asus. Confira o teste.

A favor:

- Corpo sólido e elegante;
- Bom desempenho em vídeo e jogos;
- Boa relação entre custo e benefício.

Contra:

- Tela apenas razoável;
- Não tem GPS;
- Pouco espaço para instalação de aplicativos mais pesados.

Design

De modo geral, o Slate 7 tem um design sóbrio e caprichado para um tablet de sua categoria. Logo que seguramos o tablet, um detalhe chama a atenção. Com 19,5 centímetros de altura por 11,4 de largura, ele tem um formato mais comprido do que a maioria de seus concorrentes. Isso faz com que o aparelho seja mais fácil de segurar com apenas uma mão. A traseira, feita de um material levemente emborrachado, também ajuda na firmeza ao segurar o aparelho.

Outro detalhe que chama a atenção é a moldura lateral em alumínio. Esse tipo de acabamento nem sempre encontrado em tablets nessa faixa de preço, que costumam usar plástico. 

Na parte superior do tablet ficam o botão liga/desliga, a entrada para cartões microSD e a entrada para o fone de ouvido. O botão de volume fica na lateral direita e na parte inferior ficam a porta microUSB e os dois alto-falantes.

Configuração

Com processador dual core de 1,6 GHz e 1 GB de RAM, o tablet da HP se saiu bem nos testes do iG . Mesmo jogos pesados, como Iron Man 3, Heroes Call e Eternity Warriors II rodaram bem, sem engasgos. Houve apenas uma demora de cerca de dez segundos para iniciar os jogos mais pesados, mas, depois de completamente carregados, eles rodaram muito bem.

O tablet também se saiu bem em vídeos, rodando arquivos com resolução Full HD do padrão MKV sem engasgos. No benchmark AnTuTu, o aparelho cravou 11.882 pontos. No Quadrant Standard, foram 4.089 pontos. São marcas adequadas para um aparelho intermediário. 

Slate 7 tem menos de 6 GB para instalar programas
André Cardozo/iG
Slate 7 tem menos de 6 GB para instalar programas

No quesito memória, o Slate 7 pode decepcionar usuários mais exigentes. São 8 GB nominais, mas apenas 5,7 GB disponíveis para o usuário. O aparelho tem entrada para cartões de até 32 GB, o que resolve a vida do usuário com relação a músicas ou vídeos. 

O espaço pode ser pouco, porém, se o usuário quiser instalar muitos aplicativos, principalmente jogos mais "pesados". Como o Android não permite a instalação de aplicativos no cartão, o usuário terá que se contentar com os 5,7 GB para instalar programas. E alguns jogos mais pesados já consomem cerca de 1 GB. Mas, para quem não é gamer e roda apenas aplicativos básicos, um cartão de 32 GB resolve facilmente o problema.

Outros dois pontos negativos, sem grande importância. O primeiro é que o tablet não tem GPS. Em um tablet esse é um recurso pouco usado, mas pode fazer falta caso o usuário queira usar o tablet como dispositivo de navegação, usando a conexão 3G do celular. A falta de GPS também significa que não dá para publicar fotos com dados de localização (geotags) embutidos. 

O segundo detalhe é que o aparelho roda uma versão mais antiga do Bluetooth, a 2.1. Ela cumpre bem a função mais usada do protocolo, que é a de enviar áudio estéreo para fones de ouvido sem fio. Mas fica atrás de versões mais modernas (a mais recente é a 4.0) nos quesitos velocidade de transferência de dados e consumo de energia.

Câmera e áudio

O Slate tem duas câmeras, uma traseira de 3 megapixels e uma dianteira, de resolução VGA. Não há muito o que comentar aqui, já que o uso de câmeras em tablets é mais focado na praticidade de tirar a foto no momento necessário do que na qualidade das imagens. A câmera traseira tira fotos de qualidade razoável em boa luz, mas em condições menos favoráveis o usuário terá que optar por outro aparelho (smartphone ou câmera).

Um diferencial muito propagandeado pela HP em seus produtos é a tecnologia de áudio Beats. No Slate 7, porém, ela não traz grandes benefícios. Há dois alto-falantes na parte inferior do aparelho. Eles funcionam como esperado, mas obviamente ficam longe de caixas de som portáteis.

Com fones de ouvido, o Slate 7 traz três regulagens para fones de ouvido Beats. O iG testou o som com fones de outras marcas, e as regulagens modificaram um pouco o som, incluindo mais graves e eco, mas só. Não dá pra dizer que a tecnologia Beats realmente proporciona um som muito melhor. Na prática, é um equalizador com grife.

Tela

O Slate 7 é um tablet intermediário, e esse adjetivo pode também ser usado para sua tela. Com resolução de 1.024 x 600, ela tem boa fidelidade de cores, mas fica atrás das telas de aparelhos topo de linha, como o Nexus 7 e o iPad Mini , nos quesitos resolução, brilho e ângulo de visão. 

Tela do Slate 7 peca pela falta de brilho
André Cardozo/iG
Tela do Slate 7 peca pela falta de brilho

Quando a imagem na tela tem um fundo claro, é até possível ler o conteúdo mesmo com o tablet inclinado. Mas se a imagem for um pouco mais escura a visibilidade já fica prejudicada.

Outro detalhe é que, como já comentado, o Slate 7 é mais "comprido" do que seus rivais, com uma diferença maior entre largura e altura. E isso se reflete na tela, fazendo com que os pixels sejam mais retangulares.

A consequência prática é que tudo fica mais "esticado", incluindo textos e fotos em páginas web. Não chega a incomodar, mas é um detalhe perceptível para o usuário mais atento.

Sistema e aplicativos

O Slate 7 roda a versão 4.1.1 do Android. Ela não é a mais recente (4.3), mas traz todas as funções mais importantes do sistema e também é compatível com todos os aplicativos atualmente no mercado. 

Um ponto para a HP por não entupir o tablet com aplicativos inúteis. Além dos programas convencionais do Android, há apenas o aplicativo ePrint, da própria HP, para imprimir arquivos a partir do tablet. Sua utilidade, no entanto, é limitada. O aplicativo não é compatível com qualquer impressora sem fio, mas apenas com alguns modelos da própria HP. 

Bateria

Nos testes do iG , o Slate 7 teve um desempenho mediano no quesito bateria. Usado para navegação na web, vídeo no YouTube e outras atividades básicas, a bateria durou 7h30. O iG também testou a bateria reproduzindo um vídeo Full HD em tela cheia, com Wi-Fi ligado e brilho no máximo. Neste caso o resultado foi de 4h30. São valores adequados para um tablet intermediário, mas ficam longe de tablets como o iPad Mini, com duração de bateria de dez horas ou mais.

Conclusão

De modo geral, o Slate 7 é um tablet que cumpre o que promete. Com preço de R$ 700, ele fica acima de aparelhos de R$ 500 ou menos produzidos por fabricantes menos conhecidos e abaixo de tablets topo de linha, como o Galaxy Note 8.0 e o iPad Mini.

A seu favor, o Slate 7 tem um design sóbrio e sólido, e desempenho satisfatório em jogos e vídeos. A tela tem suas limitações, mas vai agradar a usuários menos exigentes. O ponto negativo mais relevante é o pouco espaço para instalação de aplicativos. Com boa relação entre custo e benefício, esse tablet é para quem quer um tablet de boa qualidade e não deseja gastar R$ 1.000 ou mais em um aparelho mais sofisticado.

Ficha técnica

HP Slate 7 2800

Preço: R$ 700
Configuração:  Sistema Android 4.1.1, Tela de 7 polegadas e resolução de 1.024 x 600, processador de 1,6 GHz e dois núcleos, 1 GB de RAM, 8 GB de armazenamento (5,7 GB disponíveis para o usuário) + entrada para cartões microSD de até 32 GB, Wi-Fi b/g/n, Bluetooth 2.1, câmera traseira de 5 MP, câmera dianteira VGA
Dimensões (cm): 19,5 x 11,4 x 1,1
Peso (g): 370

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.