iG - Internet Group

iBest

brTurbo

NotíciasÚltimo Segundo

30/11 - 17:13hs

Marinha britânica usa Playstation no treinamento dos oficiais

O aparelho foi escolhido por sua durabilidade, facilidade de manutenção e familiaridade de uso pelos oficiais ingleses.

Geek

Por Luciana Alves

A Marinha Real britânica está distribuindo Playstations portáteis para seus oficiais como forma de incentiva-los a estudar enquanto estão a bordo dos navios. De acordo com o Times Online, eles poderão usar o aparelho para ler, ouvir aulas e realizar testes, principalmente, nas disciplinas de Matemática e Física.

“Na maioria dos navios, as pessoas dispõem de um espaço muito pequeno. Muitos têm apenas beliches estreitos. Este é o tipo de coisa que pode ser usada em um espaço de um beliche”, explicou ao Times Online o Tenente-Comandante Marcos “Beasty” Williams, que desenvolveu o programa.

A idéia foi desenvolvida na escola de guerra HMS Collingwood, que treina engenheiros para a Marinha, após a alarmante descoberta de que um quarto dos oficiais tinha que voltar a terra e retomar os cursos.

Os consoles serão entregues aos oficiais após três meses de estudo no HMS Collingwood. Segundo o Telegraph, eles já terão instalados pacotes de programa de treinamento, contendo slides e comentários preparados por instrutores da escola de guerra. As respostas de exercícios e resultados dos testes não poderão ser gravados nos aparelhos por causa da lei britânica de proteção de dados.

Uma das vantagens apresentadas para a escolha do PSP como plataforma de aprendizagem foi a grande familiaridade que os marinheiros possuem com o dispositivo. O públicoalvo do videogame da Sony, indivíduos do sexo masculino com idade entre 18 e 30 anos, é compatível com o quadro de engenheiros da Marinha de Guerra britânica, embora haja também mulheres entre eles.

O PSP proporciona também um treinamento mais moderno para uma geração que, em sua maioria, não estudou só com livros.

“Estamos trabalhando na premissa de que, agora, olhar para um livro é visto como algo maçante e chato”, disse o Comandante Trevor Price ao Times Online. “Quando eu estava na escola, você sentava em sua mesa e fazia o seu trabalho.”

Outra razão para a escolha do dispositivo da Sony foi a sua durabilidade, já que os marinheiros têm a reputação de quebrar os equipamentos. Durante a apresentação para o HMS Collingwood, um representante da Sony arremessou um PSP contra uma parede para provar sua resistência. Além disso, como os usuários dos aparelhos são técnicos em engenharia, a manutenção dos PSPs poderia ser feita por eles mesmos.

Os marinheiros estão livres para jogar videogames “normais” no console. Os chefes navais decidiram manter os jogos como incentivo para que os oficiais cuidem melhor dos aparelhos.

Embora tenham sido gastos 50 mil libras na compra de 230 consoles e no desenvolvimento do programa, os chefes da Marinha acreditam que a eficiência do método de ensino trará uma economia de 200 libras por hora no treinamento dos oficiais.

Se o uso do PSP tiver sucesso, a sua distribuição poderá ser expandida para toda a Marinha, começando com os engenheiros navais e aeronáuticos, mas com potencial para utilização em outras áreas.

Receba essa e muitas outras notícias no seu celular. Envie igtecnologia para 49094


? Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias