iG - Internet Group

iBest

brTurbo

NotíciasÚltimo Segundo

16/06 - 12:03hs

MIT cria sistema de desenvolvimento que une Arduino a celulares com Android

Com esse pacote é possível criar programas que conectam por Bluetooth celulares e smartphones a dispositivos com Arduino.

Geek

Por Matheus Gonçalves

O MIT e a universidade de Klangenfurt, na Áustria, desenvolveram uma plataforma capaz de interconectar, por Bluetooth, smartphones e dispositivos externos criados pelo próprio usuário. O projeto é baseado no Arduino e é voltado a celulares equipados com Android.

Criado há alguns anos como um componente de hardware “camaleão” e de baixíssimo custo, o Arduino (www.arduino.cc) é capaz de ser a base de muitos projetos Geeks: desde simples luzes piscando até robôs completos podem ser montados tendo o Arduino como base. Para programar esse hardware, existe um ambiente de programação (chamado de Arduino IDE) tão fácil de usar que não é preciso ter conhecimento técnico prévio para isso. De fato, o site oficial diz que a parafernália é voltada a hobbystas de eletrônica e artistas, gente que normalmente não tem nenhum treinamento de programação.

Com isso em mente, Bonifaz Kaufmann, um programador do MIT, resolveu criar uma ferramenta de programação para fazer com que celulares, e outros equipamentos móveis “pilotados” pelo Android pudessem interagir com dispositivos externos ao celular baseados no Arduino. Assim nasceu o Amarino. Conforme a página do projeto, o Amarino é hoje desenvolvido numa parceria do MIT com a universidade de Klagenfurt, na Áustria.

Esse pacote de ferramentas tem por objetivo capacitar as pessoas de forma que elas utilizem os eventos do aparelho de uma maneira criativa, exteriorizando essas informações sob os mais diferentes métodos disponíveis e mesno alguns ainda não criados. Com o Amarino, qualquer bizarrice criada uzando um Arduino passa a ter acesso a eventos internos do telefone com Android, como os ativados por ligações, mensagens ou sensores de luz e movimento. Assim, por exemplo, pode-se fazer um aparelho com uma lâmpada e um alto-falante que toca La Traviata e pisca em código-morse sempre que chegar uma mensagem de SMS. Ou usar o acelerômetro do celular para ligar a luz da sala. As possibilidades são imensas.

De acordo com informações no site do Google Code, que hospeda o projeto, é possível controlar múltiplos dispositivos em paralelo e existe suporte às versões 1.x e 2.x do Android, menos para os aparelhos HTC Hero e HTC Tatoo.

O download do Amarino e de códigos de exemplo pode ser feito através do link http://bit.ly/Amarino.


? Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias