iG - Internet Group

iBest

brTurbo

NotíciasÚltimo Segundo

22/06 - 18:30hs

São mais de 33 milhões de jovens chineses viciados em internet

A classificação de ‘vício’ é dada para os chinesinhos que ficam online por mais de 90 minutos por dia quando fora do trabalho ou da escola.

Geek

Por Jacqueline Lafloufa

Um estudo recente da Chinese Academy of Social Sciences revela que mais de 33 milhões de jovens chineses estão viciados em internet, gastando mais de 90 minutos diários na web quando não estão no trabalho ou na escola.

Segundo o site Information Week, os dados foram descobertos em um período interessante na história do desenvolvimento web da China – nos últimos anos, empresas estatais têm investido dezenas de bilhões na expansão e na melhora do acesso à web, tornando-a mais fácil e mais rápida de usar, enquanto o governo ditatorial da China intensifica ainda mais a censura, preocupada com a natureza desenfreada da web.

Um dado interessante revelado pelo estudo é que a maioria dos jovens adultos chineses gasta grande parte do tempo online em jogos e redes sociais. Uma das possíveis razões para isso é a jovialidade da nação – quase metade da população chinesa tem menos de 25 anos, e os sites do país muitas vezes são desenvolvidos com foco exclusivo nessa porção da população, explica o site UPI.

“A aflição da tecnologia moderna, se não for uma desordem, precisa ser tratada pra ajudar a promover um uso saudável da internet entre os jovens, destaca Shen Jie, professor da Chinese Academy e diretor do relatório da pesquisa, em entrevista ao site The Economic Times.

Para resolver o problema com o ‘vício’, existem mais de 300 instituições na China com foco no tratamento desse tipo de doença, informa o site Technology Stop. O temor de alguns é de que o vício em internet se torne um grande distúrbio mental no futuro.


? Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias