iG - Internet Group

iBest

brTurbo

NotíciasÚltimo Segundo

04/05 - 18:39hs

Total de internautas no Brasil cresce 13,9% em um ano, diz Ibope
Maior crescimento aconteceu nas residências, por meio de conexões de banda larga

Claudia Tozetto, iG São Paulo

O total de internautas que acessam a web a partir de casa ou trabalho passou de 37,9 milhões em março de 2010 para 43,2 milhões em março de 2011, o que representa um crescimento de 13,9% em um ano. Somente em comparação com o mês de fevereiro, o número de usuários ativos de internet no Brasil aumentou 4,4%.

Divulgação
Número de internautas no Brasil cresce 13,9% em um ano

Os dados foram divulgados em uma pesquisa do Ibope Nielsen Online divulgada hoje. Para realizá-la, a entidade considerou as pessoas com dois anos ou mais que acessaram a internet pelo menos uma vez em março por meio de um computador. Acessos a partir de smartphones e tablets não foram considerados.

Um dos motivos para o aumento do número de internautas no Brasil, de acordo com o Ibope, é o crescimento no número de residências que possuem computador com conexão de internet no País. Em um ano, o total de usuários de internet em domicíliou aumentou para 20,7%, passando de 29,1 milhões para 35,1 milhões.

Em um ano, os usuários de computadores aumentaram o tempo de uso da internet: em março de 2010, os brasileiros com acesso a computador em casa ou trabalho passaram cerca de 45 horas conectados à internet, porém este período aumentou para cerca de 48 horas em março de 2011.

Conexões mais velozes crescem

De acordo com a pesquisa do Ibope, o número de internautas com conexões de internet mais rápidas tem aumentado nos últimos meses. O número de pessoas que acessaram a internet com conexões com velocidade igual ou maior que 8 Mb foi de 1,9 milhão, o que representa 5,5% do total.

Reprodução
Velocidade de conexões da maioria dos brasileiros ainda fica entre 512 Kb e 2 Mb

Por outro lado, as conexões mais lentas, como velocidade de 512 Kb, diminuiram sua participação no total: em março de 2010 elas representavam 13,3% do total, número que caiu para 7% em março de 2010. A maior parte das conexões, de acordo com o estudo, ainda têm velocidade entre 512 Kb e 2 Mb.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


? Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias