iG - Internet Group

iBest

brTurbo

NotíciasÚltimo Segundo

11/05 - 10:33hs

Google TV chegará ao Brasil "em um futuro próximo", diz Sony
O sistema já foi adotado em algumas TVs e tocadores de Blu-ray da Sony e em um set-top box da Logitech, mas enfrenta críticas nos EUA mesmo após um ano do lançamento

Claudia Tozetto, iG São Paulo

As TVs e tocadores de Blu-ray da Sony com a plataforma Google TV integrada devem chegar ao Brasil em breve. “Ainda não sabemos exatamente quando, mas já estão no mapa de produtos do Brasil”, disse Luciano Bottura, gerente de produto da linha Bravia da Sony Brasil, em entrevista ao iG. Anunciados há sete meses, pouco tempo após o lançamento mundial da Google TV, os produtos da Sony que integram o sistema ainda estão restritos aos Estados Unidos.

<< Volte para a página inicial desta reportagem

Getty Images
TVs com Google TV no estande da Sony na CES 2011: promessa de lucros

A Google TV é uma plataforma de software desenvolvida com base no Android, sistema operacional do Google para smartphones e tablets, e integrada com o navegador Chrome. Lançada há um ano durante o Google I/O, conferência do Google para desenvolvedores, a Google TV permite que o usuário assista ao conteúdo do YouTube, busque por vídeos hospedados em qualquer site na internet e alugue filmes e séries online, por meio de serviços de vídeo sob demanda como o Netflix. A primeira versão não suporta a instalação de aplicativos de terceiros.

Por ser baseada em código aberto, a Google TV pode ser embarcada em produtos de várias marcas. A Sony foi uma das primeiras empresas a apostar no sistema (lançou um modelo de TV e um tocador de Blu-ray com o recurso integrado), seguida pela Logitech, que desenvolveu um set-top box chamado Revue. Outros fabricantes, como LG, Samsung e Toshiba, também se interessaram pelo sistema, mas nenhum produto chegou às lojas ainda.

Getty Images
Teclado da Sony para Google TV é cheio de botões e difícil de usar

Quando os produtos da Sony e da Logitech chegaram ao mercado pouco antes do Natal de 2010, houve uma enxurrada de críticas: a maioria dos especialistas diz que a Google TV faz sucesso entre os fãs de tecnologia, mas é complicada demais para o público comum. Entre os principais problemas está a falta de conteúdo (as principais redes de TV bloquearam o acesso à sua programação por meio da plataforma) e a necessidade de usar um teclado (manipulado com as duas mãos) para acessar certas funções, como navegar na internet por meio do Chrome.

Google TV ganha nova versão

Um ano após o lançamento, a versão atual da Google TV ainda não trouxe os resultados desejados. A Logitech, por exemplo, divulgou no final de abril que as vendas de set-top boxes ficaram 72% abaixo do esperado. Desde o lançamento nos EUA, a empresa faturou US$ 5 milhões com o produto, mas esperava já ter ganhado US$ 18 milhões. Por conta disso, a empresa diminuiu os investimentos no marketing do produto.

Reprodução
Set-top box Revue, da Logitech, fracassou no mercado americano

Para o Google, o pioneirismo da plataforma justifica o pouco sucesso nos EUA. "São os primeiros dias para a Google TV e TVs conectadas em geral. No Google nós lançamos produtos logo e os aperfeiçoamos com base no retorno dos usuários. Nossos engenheiros estão trabalhando justamente numa nova versão da Google TV que, inclusive, incluirá o Android Market. Isso permitirá que aplicativos de milhares de desenvolvedores cheguem à Google TV", disse em comunicado após a Logitech divulgar o fraco resultado nas vendas.

A empresa acaba de anunciar a nova versão da Google TV durante a edição 2011 da Google I/O, que está sendo realizada durante esta semana nos EUA. A nova versão, que será lançada em junho, utilizará a versão 3.1 do Android Honeycomb, sistema específico para tablets. Pela primeira vez, a Google TV permitirá que os usuários instalem aplicativos na TV - tendência no mercado de TVs conectadas - por meio do Android Market.

Ao instalar aplicativos em aparelhos com a Google TV, o usuário poderá alugar filmes por meio do Android Market, ouvir músicas a partir do novo serviço Google Music, e instalar aplicativos de terceiros, inclusive profissionais independentes que já podem baixar o kit de desenvolvimento para Google TV. Segundo Mike Cleron, engenheiro da equipe de desenvolvedores de Android do Google, além da Sony e Logitech, outros fabricantes, como Samsung e Vizio (sem presença no Brasil), devem incorporar a plataforma em seus produtos nos próximos meses.

Siga o iG Tecnologia no Twitter Siga o iG Tecnologia no Twitter


? Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Contador de notícias