Instrumentos começam a ser vendidos no fim de junho

Até recentemente, a impressão 3D de objetos era restrita a empresas. Companhias de engenharia e design já vem usando impressoras 3D há vários anos para criar modelos e protótipos de novos produtos. 

Leia também:
Impressoras 3D querem conquistar usuários domésticos

De três anos para cá, porém, o surgimento de impressoras 3D mais baratas e voltadas para o usuário doméstico deu origem ao fenômeno da impressão caseira de objetos (nos Estados Unidos, impressoras 3D podem ser encontradas por cerca de R$ 2.000). Sites como o brasileiro Imprima 3D  oferecem modelos de copos, pratos e outros objetos. Para "imprimir" o objeto, basta baixar o arquivo e enviá-lo para a impressora 3D.

O pesquisador Olaf Diegel, que ensina mecatrônica na Universidade de Auckland (Nova Zelândia), resolveu levar esse hobby mais longe. Também fã de música, ele usa uma impressora 3D para criar guitarras. Em entrevista ao Guardian , Diegel afirma que os instrumentos começarão a ser vendidos na internet até o fim deste mês.

Em entrevista ao site Gizmag , Diegel afirmou que usa um software de CAD (categoria de programas para criação de objetos e cenários muito usados por arquitetos e engenheiros) para criar modelos das guitarras no computador. Elas são impressas em uma impressora 3D modelo Formiga P100, da fabricante EOS. Diegel usa dois tipos de pó para criar suas impressoras. Um é de material plástico e outro é metálico, derivado do alumínio.

Depois de criar as guitarras, Diegel encaixa um bloco de madeira na parte interior para servir de apoio para o braço e os captadores do instrumento. Apenas o corpo das guitarras é criado com a impressora, o braço é de madeira, como em uma guitarra convencional.

Atualmente há dois modelos de guitarra disponíveis, uma com símbolos de um escaravelho e outra com réplicas de aranha espalhadas pelo corpo. Segundo Diegel, um modelo convencional deverá ser vendido por cerca de R$ 3.200. Modelos personalizados serão mais caros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.