Conheça a nova versão do padrão de transferência de dados

O padrão USB ajudou a acabar com muitos problemas de quem lida com computadores. Ele consolidou tipos diferentes de conexão em uma só e facilitou muito a instalação de impressoras e outros periféricos. A versão 3.0 do USB vem se tornando obrigatória em notebooks intermediários e avançados. Confira a seguir mais informações sobre o USB 3.0.

O que é o USB 3.0?

O USB 3.0 é uma nova versão do padrão USB, usado para conectar periféricos a computadores e notebooks. O padrão USB 3.0 também é conhecido como SuperSpeed USB.

Quais as vantagens do USB 3.0?

A principal vantagem do USB 3.0 em relação à versão atual está na velocidade. Ela é de 4,8 Gbps, dez vezes maior do que os atuais 480 Mbps do USB 2.0. Na prática, a velocidade das conexões USB 3.0 fica entre 3,2 e 4 Gbps.

Esses valores são menores do que o máximo teórico, mas muito superiores à velocidade atual do padrão. Um arquivo de vídeo de 700 MB, por exemplo, costuma levar cerca de 20 segundos para ser transferido em uma conexão USB 2.0. Na versão 3.0 esse tempo cairia para 2 segundos.

Outra vantagem do USB 3.0 é que ele fornece mais energia do que o USB atual. Isso permite carregar mais rapidamente a bateria de iPods e outros periféricos. Um terceiro benefício é que o gerenciamento de energia das portas é melhor. Isso faz com que o notebook poupe bateria quando a porta não está sendo usada.

O que preciso para transferir arquivos por meio de uma conexão USB 3.0?

Computador/notebook - Para começar, o computador ou notebook já deve vir de fábrica com o suporte a USB 3.0. Atualmente, há poucos modelos com essa característica, mas a quantidade vem aumetando

Sistema - É necessário que o sistema operacional suporte o USB 3.0. O Windows 7 e o Windows 8 suportam o padrão.

Outras versões do Windows (Vista e XP), não têm suporte nativo para USB 3.0. Mas isso pode ser contornado com o uso de arquivos de atualização (drivers) específicos para cada equipamento. Esses arquivos vêm em um CD junto com o periférico USB 3.0 (normalmente, um HD externo). 

Periférico - A velocidade do USB 3.0 só pode ser aproveitada se as duas pontas da transferência suportarem o padrão. Por isso, além do computador, o periférico também deve vir com suporte ao USB 3.0. Atualmente já há no mercado alguns HDs externos compatíveis com USB 3.0.

Cabo - Os cabos USB atuais podem ser encaixados em portas USB 3.0, mas não suportam a velocidade do padrão (mais sobre isso abaixo). Por isso, é necessário comprar um cabo USB 3.0.

Poderei usar meus cabos USB atuais em portas USB 3.0?

Sim, as entradas são compatíveis. Mas a transferência de arquivos será realizada com velocidade de USB 2.0. Para transferir arquivos com a velocidade do USB 3.0 será necessário adquirir novos cabos.

Quais são os benefícios práticos do USB 3.0?

O USB 3.0 permite ganhar tempo em transferências de arquivos grandes. Isso é muito útil para quem trabalha com vídeos ou fotos em alta resolução e guarda arquivos em HDs externos. Nesses casos, adquirir equipamentos com USB 3.0 vale a pena.

Para o usuário comum, que usa apenas periféricos USB como teclado, mouse e impressora, a troca não traz vantagens práticas. Esses equipamentos não exigem alta velocidade na transferência de dados.

O USB 3.0 vai vingar?

No momento, não é possível responder. O número de equipamentos (principalmente HDs externos) com USB 3.0 vem aumentando e a compatibilidade das portas com o atual USB 2.0 é um grande fator a favor. Mas o USB 3.0 atualmente compete no mercado com outro padrão de alta velocidade, o Thunderbolt, criado pela Intel e adotado em computadores da Apple e alguns notebooks de outros fabricantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.