Smartphone tem pequena área da tela que funciona de modo independente do resto do display

Enquanto a Apple recupera o tempo perdido com o lançamento do iPhone 6 Plus, com tela de 5,5 polegadas, a Samsung mostra na IFA 2014 que está em outro momento. Muito criticada por conseguir inovar o suficiente, a empresa sul-coreana provou que está disposta a se arriscar ao lançar um smartphone com uma tela curva que funciona de forma independente do restante do display.

LEIA TAMBÉM:
Óculos de realidade virtual da Samsung, Gear VR é pesado, mas promissor
De olho em aplicativos, Philips inclui Android em seus televisores

O conceito do Galaxy Note Edge pode soar estranho, mas basta alguns minutos nas mãos para que a ideia se mostre interessante.

O Edge é uma versão um pouco modificada do Galaxy Note 4, também lançado na feira europeia. Sua tela é de 5,6 polegadas enquanto a do original é de 5,7 polegadas. Pode parecer pouco, mas é exatamente essa 0,1 polegada que torna o Edge tão promissor, ou pelo menos o conceito por trás do aparelho.

Essa 0,1 polegada a menos é a parte curva da tela, na lateral direita do smartphone e que, ao contrário do que possa parecer, não corresponde apenas a uma escolha de design. Essa parte curvada da tela do Edge tem, resumidamente falando, vida própria.

Nesta curvatura o usuário encontra um menu à parte, que pode ser acionado com o polegar. Além disso, essa parte da tela funciona de forma independente do restante. Com isso queremos dizer que o usário pode acessar algumas funções do smartphone só na lateral, sem ter que desbloquear e ligar toda a tela do Galaxy Note Edge.

É quase como se o aparelho tivesse duas telas, sendo que uma delas, a parte curvada, dá acesso apenas a alguns atalhos e notificações. Como a tela inicial de qualquer aparelho, a parte curvada também permite alguma customização, ou seja, o usuário pode decidir que atalhos de quais aplicativos vai colocar ali. Para tanto, basta arrastar o ícone como em qualquer smartphone que roda Android. 

Galaxy Note Edge exibe informações do Twitter em tela inclinada
Emily Canto Nunes/iG
Galaxy Note Edge exibe informações do Twitter em tela inclinada

Além dos atalhos de aplicações, essa tela curvada na direita do aparelho funciona como uma barra de notificações que também pode ser personalizada.

Nesta 0.1 polegada o usuário pode ter acesso aos Trending Topics do Twitter, à previsão do tempo e até a resultados de jogos. Com o aparelho na horizontal e o aplicativo de câmera aberto, a parte curvada se transforma nos botões da câmera fotográfica.

Para acessar todas essas notificações, basta deslizar o dedo polegar para a direita e para a esquerda. Com esse movimento, o usuário fica sabendo das últimas novidades sem que para isso tenha que ativar a tela principal. E quando a tela inteira está apagada, basta deslizar o dedo para cima e para baixo na parte curva para que essa parte da tela seja desbloqueada.

O layout do Edge funciona melhor para destros. Para canhotos o jeito é virar o aparelho de cabeça para baixo. A tela obviamente gira junto e funciona normalmente, mas o botão físico do aparelho acaba na parte de cima.

Em termos de hardware, o Edge pouco se difere do Note 4 original. A tela é uma Quad HD com Super AMOLED. Além da caneta S Pen já característica da linha Note, o aparelho tem, assim como o Note 4, câmera frontal de 3.7 megapixels e traseira de 16 megapixels. Por dentro, o Edge oferece o mesmo processador QuadCore 2.7 GHz, 3 GB de RAM e 32 GB de memória interna. A bateria é um pouco abaixo do que a do Note 4 e possui 3.000 mAh. O aparelho roda Android 4.4 e tem conectividade Wi-Fi, Bluetooth e NFC. 

Segundo o diretor de produto da Samsung, Roberto Soboll, o Edge ainda não tem previsão de chegar no Brasil, uma vez que a companhia ainda não decidiu em que mercados sua receptividade será testada. Ainda assim, a Samsung vem apresentando o Edge como um exemplar da próxima geração de displays.

Quarta geração do Note mostra a força dos phablets

Galaxy Note 4 é nova versão de smartphone de sucesso da Samsung
Emily Canto Nunes/iG
Galaxy Note 4 é nova versão de smartphone de sucesso da Samsung

Apresentando na IFA e com previsão de lançamento já em outubro, no Brasil, inclusive, o Galaxy Note 4 é a prova de que a Samsung estava certa ao apostar nas telas grandes lá no passado.

A sul-coreana está tão certa do sucesso da linha que até lançou edições especiais do aparelho: uma feita em parceria com Swarovski, que traz os famosos cristais cravejados na traseira, e outra com a Montblanc, que além de uma linha de acessórios produziu duas canetas que substituem a S Pen original do Note, a  Pix Pen e e-Starwalker Pen. Vale lembrar que o Note 4 é parte importante de outra inovação da Samsung, o Gear VR, óculos de realidade virtual desenvolvido em parceria com a Oculus.

O Galaxy Note 4 tem tela de 5,7 polegadas Quad HD (2560x1440) Super AMOLED. Dentre as novidades do aparelho estão seus três microfones, o recurso de carregamento rápido da bateria e um modo para a poupar energia que deixa a tela em preto e branco. Assim como Galaxy S5, o Note 4 possui leitor de digital. A bateria é um pouco melhor que a do Edge, tem 3.220 mAh. 

Das melhorias de software vale destacar o aplicativo S Note, que permite ao usuário fazer anotações com a caneta S Pen em reproduções de tela de maneira bem fácil e novos recursos para fazer selfies. Para fazer um autorretrato com a câmera traseira, basta abrir o aplicativo de foto e colocar o dedo no leitor de digital para fazer as imagens.

* A jornalista viajou a Berlim a convite da Philips

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.