Samsung vendeu 40% menos unidades do que esperava, segundo WSJ

As vendas do Galaxy S5, smartphone de ponta da Samsung, ficaram abaixo do esperado, segundo reportagem do Wall Street Journal . A publicação afirma que cerca de 12 milhões de unidades do S4 foram vendidas nos três primeiros meses após o lançamento, em março deste ano. 

Galaxy S5 teve vendas inferiores à do S4
Stella Dauer
Galaxy S5 teve vendas inferiores à do S4

Esse número é 40% menor do que o esperado pela Samsung, afirma o jornal. Para efeito de comparação, o Galaxy S4 antecessor do S5, teria tido vendas de 16 milhões de unidades nos três meses após seu lançamento, segundo o WSJ.

Ainda segundo o jornal, as vendas teriam caído 50% na China, onde empresas como Xiaomi e Oppo são concorrentes cada vez mais fortes.

LEIA TAMBÉM: líder na China, Xiaomi está a caminho do Brasil

A única boa notícia vem dos Estados Unidos, maior mercado para a empresa, onde as vendas têm crescido e se mantém em um bom patamar. 

FOTOS: smartphones de tela grande atualmente no mercado

Mudança de estratégia

O WSJ afirma que a Samsung Electronics, braço de eletrônicos do conglomerado Samsung, deve passar por uma reestruturação para retomar o crescimento. Atualmente, a empresa tem três CEOs: J.K. Shin para a divisão de celulares, B.K. Yoon para a divisão de TVs e aparelhos domésticos e Kwon Oh-hyun, da divisão de telas e componentes eletrônicos. Segundo o WSJ, as mudanças estruturais podem envolver fusão de divisões e mudanças nos altos cargos da empresa.

Outra estratégia da Samsung seria diminuir a quantidade de lançamentos de smartphones. Somente neste ano a Samsung lançou mais de 40 modelos, incluindo diversas variações da séries S e Note. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.