Não é a primeira vez que o Google bloqueia acesso ao site em dispositivos da Amazon; em setembro, já havia parado de prestar suporte ao Echo Show

Brasil Econômico

Echo Show e Fire TV tiveram acesso ao YouTube bloqueado pelo Google
Divulgação/Amazon
Echo Show e Fire TV tiveram acesso ao YouTube bloqueado pelo Google

O Google anunciou, nesta quarta-feira (6), que vai impedir o acesso ao YouTube por meio dos dispositivos Echo Show e Fire TV, ambos da Amazon. A justificativa da gigante das buscas é que a empresa se recusou a fazer uma parceria para desenvolver um aplicativo da plataforma de vídeos e preferiu seguir usando uma espécie de "hack" para uso dos consumidores.

Leia também:YouTube exclui mais de 150 mil vídeos de crianças com comentários pedófilos

“A Amazon não comercializa produtos da Google como o Chromecast e o Google Home, não disponibiliza o Google Cast para o Prime Video e, no mês passado, parou de vender alguns dos produtos mais recentes da Nest. Por conta dessa falta de reciprocidade, nós não estamos mais dando suporte ao YouTube no Echo Show e nos aparelhos Fire TV. Esperamos que possamos chegar a uma solução para o problema em breve”, disse um porta-voz do Google.

Situação repetida

Não é a primeira vez que o Google bloqueia o acesso ao site em dispositivos da Amazon. No mês de setembro, a empresa já havia parado de dar suporte ao Echo Show. Na época, a gigante das buscas alegou que a experiência do usuário que o aparelho não era satisfatória.  

Leia também: YouTube anuncia lançamento de recurso similar ao Snapchat

"A implementação pela Amazon do YouTube no Echo Show viola nossos termos de serviço, criando uma experiência de usuário ruim. Esperamos poder chegar a um acordo e resolver esses problemas em breve", disse a empresa.

A partir disso, a Amazon passou a oferecer o "hack", que dava aos usuários o acesso por meio de um navegador web, levando assim ao novo bloqueio. “O Echo Show e o Fire TV agora mostram uma versão web padrão do YouTube.com e direcionam os usuários diretamente para o site. O Google está criando um precedente ruim ao bloquear seletivamente o acesso”, afirmou um porta-voz da Amazon. 

Leia também: YouTube vai agir de forma mais dura contra vídeos inapropriados para crianças

Esta situação de conflito entre as empresas acerca do YouTube teve início quando a Amazon optou por tirar os concorrentes de seus aparelhos de streaming de vídeo de sua plataforma. Com isso, foram removidos Chromecast e Apple TV, por exemplo. A companhia justificou a ação dizendo que oferecia melhores opções aos seus consumidores.

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.