Tamanho do texto

A incorporação de GIFs da plataforma Giphy em ambas as redes sociais é muito recente. O Instagram liberou a função em janeiro de 2018 e o Snapchat ativou a novidade apenas um mês depois, no dia 20 de fevereiro; confira

Brasil Econômico

Os aplicativos de fotos Instagram e Snapchat removeram por tempo indeterminado a adição de GIFs nas postagens. A medida entrou em vigor no último final de semana após os usuários das redes sociais detectarem e denunciarem às plataformas um GIF de conteúdo racista.

Leia também: Confira algumas novidades do Android P, a nova versão do sistema operacional

A animação mostrava um homem branco ao lado de um "marcador de mortes de pessoas negras", que crescia conforme a reprodução da mídia fosse executada. Abaixo do contador, ainda havia uma expressão racista. O GIF era oferecido para o Instagram e Snapchat pela plataforma de uploads , o Giphy.

GIF era oferecido ao Instagram e Snapchat pela plataforma Giphy
Reprodução
GIF era oferecido ao Instagram e Snapchat pela plataforma Giphy

Em nota ao portal internacional TechCrunch , as duas redes sociais disseram que optaram por desativar a opção dos ícones animados de ambas as plataformas até que se possa ter certeza de que isso não acontecerá novamente.  

Leia também: Fake news têm 70% mais chances de serem compartilhadas que verdadeiras, diz MIT

Atualmente, o Giphy está revisando cada GIF manualmente para apurar o material fornecido aos internautas. “Nós assumimos a responsabilidade total por esses eventos recentes e sinceramente pedimos desculpas”, disse a plataforma por meio de nota.

Mais casos

Em 2016, o Snapchat foi relacionado a outros dois casos de racismo. Em uma das ocasiões, o aplicativo lançou um filtro para fotos em que o internauta colocava sobre seu rosto uma “yellow face” (cara amarela, em tradução livre) com olhos puxados e maçãs do rosto saltadas.

No mesmo ano, a rede social também recebeu sérias críticas por um filtro inspirado no cantor de reggae Bob Marley. Os usuários denunciaram a função como “blackface”, uma vez que, além dos dreads, o filtro também alterava a cor da pele da pessoa.

Leia também: E agora, Apple? Startup vende software capaz de desbloquear todo tipo de iPhone

GIF nas redes sociais

A incorporação de GIFs em ambas as redes sociais é muito recente. O Instagram liberou em janeiro a opção de incluir GIFs no Stories, seção voltada para a publicação de fotos e vídeos que ficam no ar por somente 24 horas. Enquanto que, no Snapchat, a novidade passou a fazer parte da plataforma apenas no dia 20 de fevereiro.

    Leia tudo sobre: Instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.