Com preço atrativo e boa configuração, Zenfone 5 é rival de peso para Moto G

Por André Cardozo , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Smartphone da Asus combina preço baixo e excelente experiência de uso

Desde que foi lançado no ano passado, o Moto G conquistou o público brasileiro graças à boa combinação de preço e experiência de uso. O smartphone da Motorola se tornou o mais vendido no Brasil e ajudou a revitalizar a marca no País.

LEIA TAMBÉM:
Testes do Positivo S480, Galaxy K Zoom, LG G3, e outros smartphones

Agora, outra empresa segue a estratégia de bom e barato. É a Asus, com o Zenfone 5 (R$ 599), seu primeiro smartphone a ser vendido no Brasil. O aparelho combina um preço muito competitivo a uma boa configuração e tela de boa qualidade. Confira mais detalhes no teste.

Zenfone 5 é o primeiro smartphone da Asus a chegar ao Brasil. Foto: André Cardozo/iGZenfone 5 tem tela de 5 polegadas. Foto: André Cardozo/iGZenfone 5 tem tela com resolução HD. Foto: André Cardozo/iGZenfone 5 tem acabamento metálico na parte inferior. Foto: André Cardozo/iGZenfone 5 tem câmera de 8 megapixels. Foto: André Cardozo/iGZenfone 5 usa interface ZenUI, também criada pela Asus. Foto: André Cardozo/iGZenfone 5 roda Android KitKat 4.4. Foto: André Cardozo/iGZenfone 5 tem chip Intel. Foto: André Cardozo/iGAsus Zenfone 5. Foto: André Cardozo/iGAsus Zenfone 5. Foto: André Cardozo/iGAsus Zenfone 5. Foto: André Cardozo/iG

A favor:

- Excelente custo/benefício
- Roda bem apps comuns e também games mais pesados
- Design elegante

Contra:

- Não tem TV digital
- Interface modificada pode não agradar a quem prefere o Android "puro"

Design

O Zenfone 5 é mais comprido do que a maioria dos celulares com tela de mesmo tamanho, lembrando o formato mais alongado dos celulares Xperia. Por um lado, isso faz com que o aparelho seja meio grandalhão. Por outro, deixa o visual como um todo mais elegante, e a decisão final depende muito do gosto de cada um.

André Cardozo/iG
Acabamento em metal dá mais elegância ao Zenfone 5

Um detalhe que colabora para o aspecto elegante do aparelho é a parte inferior em metal, com discretíssimas trilhas concêntricas no centro da peça.

É apenas um acabamento estético, mas certamente o efeito é mais bonito do que uma convencional cobertura em preto. E não deixa de ser uma forma de diferenciar visualmente os aparelhos da Asus de outros no mercado.

Na parte traseira, o Zenfone 5 usa um material plástico do tipo policarbonato, similar ao usado nos aparelhos da linha Lumia. O plástico é fosco e não acumula gordura de impressões digitais, o que é ótimo para quem não suporta aparelhos que ficam engordurados com poucos minutos de uso. Além disso, o material confere ao aparelho um aspecto bem robusto. Por outro lado, a superfície totalmente lisa não confere tanta firmeza ao segurar o Zenfone. Uma leve textura já ajudaria na pegada.

A posição dos botões segue o padrão usado em muitos outros smartphones: liga/desliga e volume do lado direito, próximos um do outro. Como outros celulares com tela grande, o Zenfone 5 não fica muito firme ao ser usado com uma mão só. Na maior parte do tempo, o usuário tem que usar as duas mãos para interagir com o aparelho.

Configuração

O Zenfone 5 tem um conjunto de processamento muito bom para o seu preço. O destaque vai para os 2 GB de RAM do aparelho, raridade em aparelhos intermediários e comuns apenas em smartphones mais caros.

Nos benchmarks usados pelo iG, o Zenfone teve desempenho similar ou superior ao Moto G, seu maior rival, na maioria dos quesitos. Foram 23.311 pontos no AnTuTu,1.845 no Vellamo HTML5, 765 no Vellamo Metal e 1.046 no Vellamo Multicore. Apenas neste último o desempenho foi inferior ao do Moto G, provavelmente porque o chip Intel do Zenfone tem dois núcleos, contra quatro do chip do Moto G.

O iG também testou o aparelho com os aplicativos mais comuns e alguns games pesados, como Dead Trigger 2 e Galaxy on Fire HD 2. O desempenho do aparelho foi muito bom e todos os games rodaram sem engasgos.

A versão testada pelo iG veio com 8 GB de armazenamento (5 GB livres), um valor que permite instalar uma boa quantidade de aplicativos (há também uma versão com 16 GB). O aparelho tem ainda entrada para cartão de memória microSD. 

O aparelho tem ainda rádio FM e fica devendo apenas a TV digital, recurso importante para determinados públicos.

Câmera

O Zenfone tem uma câmera traseira de 8 megapixels. De modo geral, as fotos tiradas com ela foram de boa qualidade, mas o que mais chama a atenção é o aplicativo de fotos, muito versátil. 

Ele tem os tradicionais modos de foto panorâmica, cena noturna e modo HDR, mas traz algumas opções menos comuns. Uma delas é a que permite usar a câmera para criar um GIF animado.

Reprodução
Aplicativo de fotos versátil é ponto positivo do Zenfone 5


Outro modo facilita o uso da câmera traseira para selfies, o usuário escolhe o número de faces da foto e gira o celular, apontando a câmera traseira para si. Assim que a face é detectada, a câmera é disparada.

Outro modo interessante é o retrocesso de tempo, que começa a registrar a imagem alguns segundos antes do clique. Depois que a imagem é capturada, o usuário pode "voltar no tempo" e escolher uma foto capturada antes de ter apertado o disparador. Esse modo até existe em outros celulares, mas a interface criada pela Asus, com um botão em forma de círculo, é mais intuitiva.

Tela

Em muitos casos, alguns fabricantes criam celulares com boa configuração, mas pecam na tela. Mas esse não é o caso aqui.

Como o nome indica, o Zenfone tem tela de 5 polegadas, com resolução HD (1.280 x 720). A qualidade é muito boa no geral. O iG comparou a tela do Zenfone com a do novo Moto G, seu rival, e ambas se equivalem no quesito visibilidade. Nos testes, a tela do Moto G mostrou ter um pouco mais de brilho, mas nada signficativo.

A tela do Zenfone perde para a de celulares muito mais sofisticados (e caros), como o Galaxy S5, principalmente no quesito brilho. Mas a qualidade no geral é muito boa, principalmente quando se considera o preço do aparelho.

Graças à tecnologia IPS, a tela do Zenfone fornece excelentes imagens mesmo quando o aparelho está inclinado. E a proteção da tela é fornecida pelo vidro Gorilla Glass 3, o mais resistente atualmente no mercado.

Sistema e aplicativos

Reprodução
Telas de aplicativos e configurações do Zenfone com interface ZenUI


O Zenfone 5 testado pelo iG saiu da caixa com Android 4.3, mas rapidamente foi atualizado para a versão KitKat 4.4.2 e tem atualização garantida para a versão 5.0 (Lollipop). O Zenfone usa a interface ZenUI, da Asus. 

De modo geral, dá para dizer que ela tem um visual mais moderno do que as usadas pela Samsung e pela Sony, por exemplo. Ícones com cores chapadas e sem degradês dão um ar mais contemporâneo ao aparelho e seguem um estilo já usado no iOS (7 e 8), no Android 5.0 Lollipop e na interface criada pela LG para o smartphone G3.

Entre os aplicativos inseridos pela Asus, o destaque vai para o Do it Later, um organizador de tarefas com design realmente bonito e fácil de usar. Outra boa sacada é o Espelho. Ele é basicamente um atalho para a câmera frontal, mas resolve um problema prático e comum. Quem nunca viu alguém usando o celular como espelho no ônibus ou no metrô? O mesmo raciocínio vale para o app de lanterna. Há centenas deles na Play Store, mas esse é o tipo de app que é interessante já vir instalado no celular.

Alguns outros, entretanto, apesar de serem úteis, servem a públicos mais específicos. É o caso do Splendid (que regula a temperatura de cor da tela) e dos apps que permitem usar o celular para controlar o computador, e vice-versa.

De modo geral, quem prefere um Android "puro" e sem apps extras pode não gostar da interface da Asus. Por outro lado, vale ressaltar que a maioria dos apps é realmente útil.

Bateria

No teste de alta intensidade do iG, com brilho no máximo, Wi-Fi ligado e vídeo em tela cheia, a bateria do Zenfone durou 6 horas, um valor dentro da média para um aparelho de sua categoria. No teste do dia a dia, com uso intermitente de navegador e apps, foi possível usar o aparelho por um dia de trabalho.

Conclusão

Desde o lançamento de sua primeira versão, o Moto G estava praticamente sozinho na categoria de aparelhos com bom preço e excelente experiência de uso. Não mais. O Zenfone tem excelente relação custo/benefício, muito bom desempenho e design elegante.

Em relação ao rival, o smartphone da Asus não tem a TV digital, mas compensa com mais memória RAM, o que pode ajudar principalmente quando há muitos apps abertos. Com relação ao conforto, tendo usado ambos os aparelhos, o Moto G me pareceu um pouco mais confortável, pois é menor e suas bordas arredondadas proporcionam uma pegada mais agradável. Mas no quesito design a escolha é muito pessoal.

Ficha técnica

Asus Zenfone 5

Preço: R$ 599
Configuração: processador Intel Atom Z2560 dual core de 1,6 GHz, 2 GB de RAM, 8 GB de memória interna (5 GB livres) + entrada para cartão de memória microSD até 64 GB, dual chip (padrão SIM), 3G/3G+, Android KitKat 4.4.2, tela de 5 polegadas com resolução HD (1.280 x 720) e tecnologia IPS, Wi-Fi b/g/n, Wi-Fi Direct, Bluetooth 4.0, 
Dimensões (cm): 14,7 x 7.3 x 0,55
Peso (g): 145

Leia tudo sobre: asuszenfonesmartphone

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas