Em último discurso na CES, Ballmer revela detalhes da nova versão do Windows para PCs e tablets e anuncia recursos para o XBox

Na noite de segunda-feira (9) uma multidão de jornalistas, analistas de mercado e convidados ficaram em silêncio em frente a dois telões de uma das maiores salas do hotel The Venetian, em Las Vegas (EUA). O motivo era a demonstração do Windows 8 , nova versão do sistema operacional da Microsoft, que deve chegar ao mercado até o final do ano. Executivos detalharam os novos recursos do software durante a abertura da Consumer Electronics Show (CES). A última com a presença do CEO da Microsoft, Steve Ballmer, na abertura do evento.

Steve Ballmer (à direita), com o entrevistador Ryan Seacrest: despedida em tom otimista
Getty Images
Steve Ballmer (à direita), com o entrevistador Ryan Seacrest: despedida em tom otimista

Durante uma boa parte da apresentação, Tami Reller, diretora global de marketing da Microsoft, demonstrou o funcionamento do sistema. Na interface Metro otimizada para tablets, a maior novidade do Windows 8, a página inicial já oferece as principais informações ao usuário: o número de e-mails não lidos, compromissos a cumprir, interações por meio de redes sociais. Ao desbloquear a tela, o sistema impressiona pela rapidez e sensibilidade ao toque.

MAIS SOBRE A CES 2012:
TVS evoluem e agora podem "ver e ouvir" espectadores
Intel mostra notebooks comandados por gesto e voz
Tecnologia permite controlar PCs com os olhos

Para aqueles que não trocam a interface tradicional do Windows, é fácil acessar o desktop, que agora se tornou um aplicativo do Windows 8. Por meio dele, o usuário pode acessar todos os aplicativos instalados no Windows, como o Office e seus navegadores preferidos. O Internet Explorer, navegador oficial da Microsoft, ganhou design igual ao da versão para celulares, integrada ao Windows Phone. Será possível rodar aplicativos nas duas interfaces lado a lado na mesma tela.

“Nada é mais importante que o Windows 8 para a Microsoft”, disse Ballmer após a demonstração. Segundo ele, o sistema funcionará em máquinas que usam o Windows 7 atualmente e os usuários poderão interagir com a interface Metro, apesar de ser otimizada para telas sensíveis ao toque, por meio de atalhos de teclado e mouse. “O Windows 8 alia o potencial da experiência dos tablets com a experiência que já temos no PC”, disse o executivo.

A próxima versão de testes do Windows 8 será disponibilizada no final de fevereiro para os usuários. Ela poderá ser instalada em computadores que atualmente utilizam versões anteriores do sistema operacional. Contudo, nem todos os recursos da versão atual devem ser adotados na versão final do sistema operacional, que chega ao mercado até o final do ano.

Um protótipo de tablet com Windows 8 foi mostrado durante a apresentação de Ballmer. Segundo o executivo, a nova versão do sistema está sendo preparada para funcionar em dispositivos com processadores baseados na arquitetura ARM, mas também em máquinas com chips da Intel e da AMD. “Estamos trabalhando com diversos fabricantes, como Qualcomm, Texas Instruments e Intel, para levar o Windows 8 a todos os tablets”, disse Tami.

Loja de aplicativos chega em fevereiro

Logo depois de disponibilizar a nova versão de testes do Windows 8, a Microsoft anunciará a primeira versão da Windows Store, a loja de aplicativos para computadores e tablets. “Os aplicativos é que darão o poder para o Windows 8”, diz Ballmer. A loja, segundo a empresa, fará sua estreia e mais de 100 idiomas, inclusive o português, no final de fevereiro. A partir de então, desenvolvedores de todo o mundo poderão submeter suas aplicações para a loja.

Tami Reller, da Microsoft: Windows 8 terá
AFP
Tami Reller, da Microsoft: Windows 8 terá "aplicativos semânticos"
Durante a demonstração, a diretora de marketing da Microsoft também revelou um novo recurso, chamado de “semantic apps” (aplicativos semânticos, em inglês), que permitem gerenciar todos os aplicativos instalados na máquina de uma única vez.

Com o toque dos dedos, o usuário consegue aumentar o zoom da tela do Windows 8, de modo que consiga ver todos os aplicativos na mesma tela. Depois basta arrastar os ícones para agrupar os aplicativos similares e nomear as categorias.

Interface Metro além do Windows

“A interface Metro estará presente entre todos os produtos da Microsoft”, disse Ballmer, durante a apresentação. “Podemos usar esta interface de milhares de formas, algumas que nem imaginamos ainda.” Um dos exemplos da uniformização de todas as plataformas da empresa, que começou com o lançamento do Windows Phone, foi o redesenho da plataforma de software do console Xbox 360, anunciado em dezembro de 2011. “A nova versão do sistema do Xbox 360 foi feita para facilitar o uso”, disse o executivo.

Na abertura da CES, Ballmer anunciou que a plataforma do Xbox, além do reconhecimento de gestos oferecido pelo acessório Kinect, agora permitirá que o usuário utilize voz para controlar funções e fazer buscas no conteúdo armazenado no aparelho ou na nuvem (caso dos serviços de TV sob demanda integrados ao Xbox). Em parceria com provedores de conteúdo, a Microsoft também desenvolve conteúdo que permite a interação do usuário por meio de gestos. As novidades, segundo os executivos, serão anunciadas aos poucos até o final do ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.