Tamanho do texto

Usuário pode expor sua privacidade e as informações salvas no dispositivo quando não lê o contrato de licença do aplicativo

Pesquisa também apontou que 40% dos usuários não têm conhecimentos para limitar as permissões dos aplicativos
Emily Canto Nunes/iG São Paulo
Pesquisa também apontou que 40% dos usuários não têm conhecimentos para limitar as permissões dos aplicativos

Um levantamento apontou que cerca de 40% dos consumidores brasileiros não se atentam ao contrato de licença durante a instalação de um aplicativo no celular. Outros 15% dos entrevistados afirmaram que não leem as mensagens de instalação dos programas. Em outras palavras, clicam em Avançar e Aceito sem saber o que estão autorizando.

Para a Kaspersky Lab, responsável pela pesquisa, o usuário pode expor sua privacidade e as informações salvas no smartphone a ameaças virtuais quando não lê os contratos de licença ou as mensagens durante a instalação. Alguns aplicativos podem afetar a privacidade do usuário, iniciar a instalação de outros programas ou até mesmo alterar a configuração do sistema de maneira legal caso o usuário tenha autorizado o acesso durante a instalação.

A pesquisa também mostrou que quase 40% dos brasileiros não têm conhecimentos cibernéticos suficientes para limitar as permissões dos aplicativos que instalam no dispositivo.

O levantamento também detalhou que 12% dos usuários brasileiros não fazem restrição às ações que os aplicativos podem realizar em seus aparelhos e outros 20% dão permissão aos aplicativos quando solicitados, mas se esquecem rapidamente do que autorizaram. Outros 6,7% acreditam ser impossível alterar as permissões dos apps.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.